O verão chegou com tudo! Sol, pele bronzeada, piscina, praia, férias… Mas além das maravilhas da estação, existe um problema comum que surge nessa época do ano: a acne. Devido ao aumento da produção de oleosidade e da espessura da pele, algumas espinhas podem aparecer. Pensando nisso, o DermaClub explica para você como evitar e tratar a pele acneica nesta temporada. Siga as dicas para um rosto livre de marquinhas!

Por que a acne pode se intensificar no verão?

Engana-se quem pensa que o calor intenso, que resulta em mais oleosidade, é o único responsável pelo surgimento da acne na estação. A exposição ao sol também pode piorar o aspecto da pele acneica, apesar de, inicialmente, aparentar melhoras por causa do bronzeamento e o ressecamento. No entanto, o que acontece, de fato, é a obstrução dos poros e a inflamação cutânea.

O cloro da piscina também pode contribuir para o surgimento de acne

Você sabia que longos períodos na piscina podem interferir na saúde da sua pele? A exposição à água clorada pode causar ressecamento. Sendo assim, o corpo aumenta a produção de sebo, agravando quadros não só de oleosidade, como também de acne. A sugestão dos dermatologistas é remover o cloro com água doce e aplicar um hidratante para repor os níveis de água do corpo e rosto.

Como evitar que a acne solar aconteça

O nosso melhor amigo deve ser, sem dúvidas, o filtro solar! O produto é o principal aliado na prevenção deste tipo de acne, além de ajudar a proteger o corpo e o rosto dos outros efeitos nocivos da radiação, como o câncer de pele. No entanto, é preciso que o dermocosmético tenha fórmula livre de óleo para que não agrave o problema. Procure produtos com textura gel, gel-creme, serum ou toque seco que sejam rapidamente absorvidas pela pele, e a mantenha sequinha ao decorrer das horas.

Descubra quais são as melhores formas de tratar a acne solar

Segundo os médicos, o tratamento da acne solar é similar ao da comum. O ideal, sempre, é procurar um dermatologista para que ele analise o seu caso e indique os produtos adequados para uma rotina impecável. Além disso, é fundamental lembrar que não espremer as espinhas é essencial para não provocar marcas e infecções.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.