Ter cabelos bonitos e um couro cabeludo saudável é o desejo de muitos. Mas, para isso, é necessário adotar uma rotina de cuidados bastante regrada e apostar em produtos com potencial hidratante para as suas madeixas. Pensando nisso, muita gente acaba investindo nos tratamentos caseiros com máscaras e ampolas de hidratação, mas qual deles é o mais eficaz? O DermaClub entrevistou a dermatologista Giselle Sanches, de São Paulo, que esclareceu as diferenças, benefícios e características de ambos dermocosméticos. Confira!

Ampola de hidratação: conheça os benefícios na rotina de cuidados com o cabelo

De acordo com a médica, as ampolas capilares ajudam a reforçar o tratamento dos fios, suprindo necessidades vitamínicas e de nutrientes que foram perdidos, deixando o cabelo nutrido e bem macio. Elas têm objetivos distintos que vai desde a nutrição até a reconstrução dos fios. “As ampolas são mais recomendadas para quem está sem tempo de fazer uma hidratação caprichada ou ir ao salão de beleza, pois agem em poucos minutos e suas fórmulas são bem concentradas em vitaminas, nutrientes e minerais”, garantiu.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Máscara de hidratação: entenda as vantagens do produto

As máscaras de hidratação também possuem grandes benefícios para os fios. O produto age em alguns minutos, sem a necessidade de fonte de calor, penetrando nas fibras capilares por conta dos micro-ativos normalmente presentes em sua formulação, como a ceramidas, glicerina, óleos vegetais e óleos de argan. “Os ingredientes também promovem um tratamento na estrutura capilar, repondo a água, tratando dos cabelos danificados”, ressaltou a dermatologista.

Qual é o melhor produto: ampola ou a máscara de hidratação?

A Drª Giselle explica que tudo vai depender das necessidades e características do cabelo do paciente. “As máscaras de hidratação profissionais, assim como as ampolas podem chegar até o córtex do cabelo, a diferença maior é o tempo de pausa durante a aplicação do produto. As máscaras precisam ficar mais tempo em contato com o cabelo para um tratamento eficaz”, revelou. Além disso, é importante escolher o produto com a orientação do dermatologista ou do seu cabeleireiro de confiança. “Como a concentração e a indicação podem ser muito precisas, também existem técnicas para aplicação desses produtos, e todo cuidado é válido”, atentou.

Como utilizar cada produto na rotina de cuidados com o cabelo

Máscara:

1º passo) Lave o couro cabeludo e os fios com um shampoo antirresíduo, que ajuda a retirar as impurezas mais profundas do couro cabeludo;

2º passo) Remova o excesso da água com uma toalha ou com as mãos, apertando delicadamente os fios ainda molhados;

3º passo) Aplique a máscara mecha por mecha, com movimentos suaves, seguindo o sentido de crescimento dos fios, priorizando as pontas que sofrem mais com o ressecamento;

4º passo) Deixe agir por um tempo para ser absorvida pelo cabelo. “Em torno de 10 a 20 minutos”, recomendou a médica.

5º passo) Ao final, enxague com água morna ou fria.

Recomendação: “Fios danificados por química e alisamentos pedem aplicação até 2 vezes na semana. Se o cabelo está apenas desidratado, uma vez na semana é o suficiente. Para cabelos oleosos, recomendo fazer hidratação a cada 15 dias”, disse a dermatologista.

Ampola:

1º passo) Lave o cabelo com um shampoo adequado para os seus fios;

2º passo) Remova o excesso de água com uma toalha, ou com as mãos, apertando delicadamente os fios para não haver atrito e evitar o frizz;

3º passo) Aplique a ampola no comprimento dos fios, tomando cuidado para não chegar à raiz, e deixe agindo pelo tempo apresentado na embalagem;

4º passo) Depois é só enxaguar com água morna ou fria. “Sempre indico essa temperatura porque água muito quente pode acabar danificando o cabelo”, ressaltou.

Recomendação: “Faça a hidratação com ampola uma vez na semana se seus fios têm química ou são muito alisados; cabelos menos danificados ou virgens, recomendo fazer a cada 15 dias”, concluiu.

Dermatologista:

Drª. Giselle Sanches // CRM: 117116 / RQE 37933

Título de Especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Dermatologia; Título de Especialista em Clínica Médica pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Clínica Médica; Graduação em Medicina pela PUC de São Paulo; Pós-graduação em Dermatologia pelo Hospital Heliópolis (SUS); Pós-graduação em Clínica Médica pela Universidade Federal de São Paulo; Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.