Recomendados para combater o envelhecimento precoce da pele, os antioxidantes já são queridinhos entre as beauty addicts. Mas, você já parou para pensar nos benefícios que esses ativos podem oferecer para a região dos olhos? A dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo, conversou com o Dermaclub e contou como essas substâncias podem minimizar olheiras e bolsas. Confira!

Entenda o que são os antioxidantes e a sua importância no combate ao envelhecimento precoce da pele

Os antioxidantes são capazes de neutralizar os radicais livres, evitando o surgimento precoce de rugas, falta de uniformidade, flacidez e manchas na pele. Segundo a médica, o uso tópico de antioxidantes é essencial para combater esses danos. “Enquanto as nossas células trabalham, elas produzem radicais livres como subprodutos, que são os responsáveis pelo envelhecimento cutâneo”, explicou. Em condições normais, os antioxidantes que nosso organismo produz dão conta de neutralizar esses radicais livres. Porém, quando nos expomos a fatores externos, como radiação UV, vento, poluição, consumo de álcool e tabagismo ocorre um desequilíbrio, sendo necessário recorrer a ação antioxidante presente nos dermocosméticos.

Descubra como os antioxidantes atuam no combate às olheiras e bolsas

De acordo com a dermatologista, o uso de antioxidantes diminui o processo inflamatório e o inchaço da região dos olhos. Uma das substâncias indicadas são os flavonoides, normalmente presentes em ativos de origem botânica, que melhoram a microcirculação e proporcionam ação protetora dos pequenos vasos sanguíneos. Entre outros recomendados está a vitamina C pura, pela sua multifuncionalidade, proporcionando ação antioxidante, além de aumentar a luminosidade e firmeza da pele. “Também podem ser utilizados cremes específicos para a região dos olhos, que possuem substâncias refletoras, diminuindo a aparência das olheiras”, contou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.