O verão é a estação mais esperada do ano para quem adora ter a pele bronzeada. Se você tá pensando em pegar aquela corzinha dourada de maneira segura e saudável, evitando a formação de manchas, queimaduras solares, pele descascada e até o melanoma, é preciso tomar uma série de cuidados. Para te ajudar a conquistar a marquinha dos sonhos, o DermaClub conversou com a dermatologista Tatiana Matos, de Salvador, que deu 6 dicas para um bronzeado natural e saudável. Dá só uma olhada!

1) Use protetor solar no corpo e no rosto (com cor ou sem)

Ao contrário do que muitos pensam, o filtro solar não impede o bronzeamento da pele. A médica explica como você pode bronzear o corpo usando o produto: “O ideal é começar a exposição solar com filtros de FPS mais elevados, como o FPS 50. Após 15 dias já pode ir reduzindo, com a expectativa de deixar o filtro solar até 30 de FPS para um paciente com a pele morena clara, por exemplo. O uso do filtro faz com que o bronzeado demore mais para chegar, mas também dure mais tempo e também com menos risco de descamação e desbotamento”, comentou.

2) Para garantir uma corzinha mais rápida e uniforme, dá para usar o autobronzeador em casa

Outra dica é usar um autobronzeador para acelerar o processo e garantir uma cor mais rápida e uniforme na pele. A maneira mais indicada para fazer isso é esfoliando o corpo inteiro antes de aplicar o produto, além de escolher uma fórmula gradativa e que combine com o seu tom de pele. Mas nada de achar que, por já estar “bronzeada”, não precisa mais usar o protetor solar: ele é indispensável. 

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

3) Não tente bronzear o corpo em apenas um dia

O tempo de bronzeamento da pele vai depender muito da cor original do paciente.  Mas a Drª Tatiana esclarece: “Em média, uma exposição de 30 minutos por sete dias já garante um excelente bronzeado!”, garantiu. Além disso, o novo tom só vai começar a aparecer até 72 horas após a primeira exposição solar. Este é o tempo necessário para que a melanina seja produzida e liberada pelas células. Sim, é um processo que leva tempo e, por isso, não adianta exagerar no banho de sol para tentar apressá-lo!

Também é importante:

4) Evitar os horários de maior risco de câncer de pele - das 10h às 16h.;

5) Beber muita água para não desidratar;

6) Procurar o dermatologista para indicar o melhor filtro solar para o seu caso.

Cuidados para o bronzeado durar na pele e evitar o descascamento

O uso do filtro faz com que o bronzeado demore para chegar, mas também dura mais tempo e com menos risco de descamação e desbotamento. Além disso, o uso de hidratantes, banho morno ou frio e alimentação equilibrada e com carotenóides também protegem o bronzeado

O tão incômodo descascamento da pele também pode ser evitado com muita hidratação e a aplicação e reaplicação do filtro solar. Além disso, é importante que o bronzeamento seja feito de forma gradual e não em apenas um dia de exposição

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.