Para cada tipo de cabelo , existe uma rotina de cuidados diferente e bem particular. Quem tem os fios grossos, por exemplo, costuma ter as madeixas mais pesadas. Já para aqueles que possuem bastante cabelo, o volume é o aspecto mais marcante. Por outro lado, temos também os cabelos ralos que, geralmente, são confundidos com os finos, mas será que existe alguma diferença entre eles? Para esclarecer o assunto e saber quais tratamentos adotar para melhorar a aparência dos fios, o DermaClub conversou com a dermatologista Paola Costa, de São Paulo. Confira!

Cabelo ralo x cabelo fino: entenda as características de cada tipo

De acordo com a Dra. Paola, embora as duas situações sejam similares, existe diferença entre o cabelo fino e o ralo: “Quando falamos de cabelos ralos, estamos nos referindo à quantidade de fios presente no couro cabeludo. Já os cabelos finos estão relacionados à uma característica da haste, ou seja, do fio que possui uma estrutura mais fina”, esclareceu.

Essas duas condições podem acontecer por uma determinação genética. Outro motivo é que algum problema está acontecendo na região - “Alterações nutricionais, doenças como alopecia androgenética, alopecia fibrosante frontal, entre outras podem provocar cabelos ralos e/ou finos”, listou a médica. Além dessas complicações, é importante lembrar que a utilização de produtos e procedimentos químicos nos fios, dentre alisamentos, escovas progressivas, uso frequente de chapinhas e secadores com alta temperatura, também causam a perda da estrutura dos fios.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais cuidados devemos ter com esses tipos de cabelo?

Por serem mais frágeis, quem tem cabelos finos e ralos precisa adotar uma rotina de cuidados redobrada. Segundo a dermatologista, “devemos evitar danos físicos e químicos, manter uma alimentação saudável, rica em vitamina A, B, zinco e proteínas, e utilizar reconstruções capilares com queratina e aminoácidos”, ressaltou. Outro gesto que faz toda diferença é montar um cronograma capilar para os fios finos e ralos, com máscaras de hidratação e cremes de limpeza capilar para o couro cabeludo.

Podemos dar mais volume para o cabelo ralo?

A Dra. Paola afirma: “Não é possível mudar uma característica genética, mas podemos manter uma rotina de cuidados diários para deixar os fios mais saudáveis e resistentes. É muito importante procurar um dermatologista ele é o profissional indicado para avaliar as características de cada tipo de cabelo e indicar os melhores tratamentos, quando necessário”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.