No verão, o cabelo, assim como a pele, sofre várias agressões por conta da exposição ao sol, à água salgada e ao cloro da piscina. Por isso, todo cuidado é necessário para manter os fios sempre nutridos e saudáveis, principalmente aqueles que passaram por alguma química ou estão sujeitos frequentemente à ação de ferramentas como a chapinha e o secador. Para manter as madeixas hidratadas durante a estação, o DermaClub pegou algumas dicas de cuidados com a dermatologista Carolina Marçon, de São Paulo. Confira!

Entenda como essas agressões, junto com a rotina de químicas, podem sensibilizar ainda mais o couro cabeludo e os fios

De acordo com a médica, o sol, a química, a água do mar e o cloro da piscina, são alterações que agem destruindo a camada protetora e natural que existe no fio e no couro cabeludo. “A cutícula do cabelo é formada por escamas, que, quando estão fechadas, garantem uma proteção externa, hidratação natural das madeixas - bem parecida com a que temos na pele. Porém, com o calor excessivo, as químicas, a água do mar e o cloro da piscina, acabam removendo essa barreira”, explicou.

A partir deste cenário, a cutícula fica completamente desprotegida, as escamas abertas e o fio mais suscetível às agressões, o que acaba refletindo em vários probleminhas bem desagradáveis, como o frizz, as pontas duplas e o cabelo sensibilizado e quebradiço.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Como podemos proteger o cabelo desses impactos durante o verão?

Segundo a Dra. Carolina, prevenir é sempre o melhor remédio. Por isso, é muito importante evitar ao máximo submeter o cabelo e o couro cabeludo a essas agressões. “Procure não combinar duas práticas ao mesmo tempo, como, por exemplo, colorir o cabelo e, logo em seguida, fazer uma progressiva. Este é o somatório de dois fatores que agem agredindo da mesma maneira ou pior”, esclareceu.

Para quem não abre mão de usar a chapinha ou o secador, é fundamental evitar ao máximo usar essas ferramentas todos os dias ou, então, use-as em uma temperatura mais baixa. “O calor, além de eliminar a hidratação natural, evapora a água de dentro da fibra capilar, formando uma condição que se chama cabelo bolha, ou seja, um fio extremamente sensibilizado e danificado”. Por isso, prefira deixar o cabelo secar naturalmente alguns dias.

O uso de shampoo sem sulfato e de uma máscara hidratante é essencial para ajudar a manter o cabelo protegido das agressões

Para evitar todos esses efeitos do verão, dos secadores, químicas e outros, é fundamental hidratar sempre o cabelo. “Seja no salão ou em casa, aposte em máscaras de tratamento que selam as cutículas, protegem o fio e devolvem a hidratação do cabelo”. O shampoo sem sulfato é uma ótima alternativa. “A substância funciona como um detergente que remove a hidratação boa do cabelo. Hoje em dia existem vários shampoos livres de sulfato, que conseguem fazer a limpeza sem retirar essa proteção, o que significa uma química a menos no seu cabelo”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.