O surgimento de manchas na pele é um problema que atinge muitas pessoas e pode ser causado por uma série de fatores. Mas você sabia que elas não são todas iguais ? As manchas podem ter características diferentes assim como causas diferentes também. Normalmente associamos o aparecimento de manchas na pele com a exposição à radiação solar estimulando a produção de melanina. Mas além do sol, as manchas podem ser estimuladas por outros fatores: você sabia que alguns tipos de manchas podem ser causadas pela depilação a laser? Neste caso, como podemos tratá-las? O DermaClub entrevistou a dermatologista Betina Stefanello, do Rio de Janeiro, para esclarecer essas questões. Veja só!

Entenda como a depilação a laser pode causar manchas na pele

A médica explica como essas manchas se formam: “O alvo da depilação a laser é o pigmento do pelo e quando um paciente com uma pele mais escura vai fazer o procedimento, pode atingir o pigmento da pele - já que a máquina não é seletiva -, o que acaba causando uma queimadura”. Essa queimadura, gera uma inflamação que estimula a produção de melanina na área da lesão, o que causa o aparecimento de áreas escuras ou manchas.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Tratamentos e produtos para clarear essas manchas

Para cada tipo de mancha - clara ou escura - existe um tratamento específico. “Em casos de manchas mais amarronzadas ou da cor preta, os tratamentos mais indicados são os de uso tópico - dermocosméticos com ativos ácidos e clareadores - ou procedimentos clínicos - passando desde os peelings (físico e químico), laser fracionado até o microagulhamento”, recomendou.

Agora, se a mancha for clara, é necessário provocar o processo inverso e estimular a pigmentação. “Neste caso, recomendo o tratamento tópico com uso de alguns corticóides por um determinado período, estimular o paciente a pegar sol na região e fazer o MMP (microinfusão de pigmento na pele) - técnica que tem sido muito eficaz para a terapia de manchas claras”, esclareceu

Como evitar as manchas da depilação a laser

De acordo com a Dra. Betina, é necessário adotar alguns cuidados antes de passar pelo procedimento. “Em primeiro lugar, é importante não estar bronzeado - então o recomendado é não ir à praia dias antes de fazer a depilação a laser -, pois isso pode confundir a máquina, que acaba pegando o pigmento ao invés do folículo. Para quem tem o fototipo mais escuro, o indicado é ajustar a frequência do aparelho para evitar esses tipos de manchas”, sugeriu.

Se você perceber que a primeira sessão de depilação a laser já causou alguma queimadura, é importante falar com o seu dermatologista para tratar a lesão imediatamente a fim de evitar a sua piora. Além disso, não deixe de usar filtro solar e proteção física, como roupas, chapéus e bonés para manter a área protegida.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.