Envelhecer é inevitável, mas alguns fatores, como a exposição contínua ao sol, estresse e má alimentação, auxiliam no agravamento de rugas, na perda de firmeza e luminosidade e no surgimento de manchas na pele. Mas por que isso acontece? Para esclarecer todas as dúvidas sobre os primeiros sinais de envelhecimento, o DermaClub conversou com a dermatologista Nicole Perim, de Belo Horizonte, Minas Gerais, que contou tudo sobre o tema. Confira abaixo!

Saiba quais são os sinais de envelhecimento na pele

O envelhecimento está relacionado ao desgaste de funções fisiológicas que levam à diminuição da produção de colágeno, de fibras elásticas e da renovação celular. De acordo com a médica, há dois tipos: o intrínseco e o extrínseco. “O primeiro é gradual, determinado principalmente por fatores genéticos, hormonais e pelo estresse oxidativo. Por isso, a pele perde elasticidade, viço, torna-se mais flácida e passa a apresentar rugas finas. Já o segundo tem como principal causa o fotoenvelhecimento e é responsável por manchas, rugas profundas e ressecamento”, esclareceu.

Quais são as melhores formas de prevenção do envelhecimento?

A exposição solar tem um papel importante no envelhecimento precoce. Por isso, usar filtro e evitar o sol entre às 10h e às 16h deve ser hábito diário! Além disso, pode-se investir em acessórios como bonés, óculos e chapéus para complementar a proteção.
E tem mais: segundo a médica, o estresse oxidativo e a má alimentação também são fatores de risco. "Os radicais livres provenientes do metabolismo e agravados pela poluição e radiação levam ao estresse oxidativo, que deixa a pele sem viço e flácida. Por essa razão, devemos manter hábitos de vida saudáveis, como ingerir alimentos antioxidantes, evitar o tabagismo e a ingestão excessiva de álcool”, explicou.

Descubra quais são os melhores tratamentos para o envelhecimento da pele

Para cuidar dos primeiros sinais, a médica deu dicas de tratamentos valiosos. Olha só:

- Invista em produtos antioxidantes com vitamina C, E, ácido ferúlico e resveratrol. Esses ativos são aliados tanto no tratamento, quanto na prevenção do envelhecimento por combater os radicais livres;
- A tretinoína e seus derivados, como retinol, são substâncias consagradas para o rejuvenescimento da pele e agem principalmente no estímulo da produção de colágeno e fibras elásticas;
- Procedimentos dermatológicos como peeling, luz pulsada, laser e radiofrequência vão potencializar e tornar os resultados mais eficazes.

Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.