A pele é o maior órgão do corpo, assim, é responsável por nos proteger das agressões externas do ambiente. No entanto, ela pode ser extremamente sensível e suscetível à irritação quando entra em contato com substâncias presentes em alguns produtos de beleza. Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, a fim de descobrir quais sintomas são apresentados quando a pele está reativa e como minimizar a sensibilidade. Confira!

Saiba como descobrir o produto adequado para cada tipo de pele

Você já deve saber que a forma mais eficaz para descobrir o produto correto para o seu tipo de pele é com uma consulta e avaliação médica com o dermatologista. E, não tem jeito: é preciso seguir essa dica à risca. “O dermatologista é responsável por definir qual é o seu tipo de pele e, assim, indicar os produtos recomendados para cada caso, levando em consideração a presença de sensibilidade, ressecamento, oleosidade, gestação, lactação dos pacientes, entre outros fatores”, contou.

Como saber que o produto está fazendo mal à pele?

De acordo com a dermatologista, se o produto estiver gerando vermelhidão excessiva, ardência, coceira no local de aplicação ou nas pálpebras e descamação, é preciso ficar alerta. “A irritação causada pelo produto pode gerar alergias de difícil controle e, eventualmente, em peles mais escuras, pode evoluir para manchas em resposta ao processo inflamatório ocorrido”, afirmou.

Entenda quais são os cuidados necessários para tratar a pele irritada

Se você percebeu que um produto está sensibilizando sua pele, o primeiro passo deve ser suspender imediatamente o uso e procurar um atendimento especializado para identificar o agente causador e controlar a crise. A médica diz que, geralmente, nesses casos, é realizada a aplicação de antialérgicos e anti-inflamatórios para amenizar os sintomas. “A exposição solar também deve ser evitada sempre que houver vermelhidão, para não piorar o quadro ou favorecer o surgimento de manchas”, explicou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.