Na hora da depilação com cera, alguns cuidados são necessários para evitar irritações, pelos encravados e manchas. Além disso, sabia que com a preparação da pele também é possível amenizar a dor durante o processo? Por isso, o DermaClub separou 5 hábitos essenciais para prevenir esses e outros problemas. Olha só!

1) Aposte na esfoliação antes e depois da depilação

A esfoliação é o gesto ideal para combater pelos encravados. Por isso, deve ser feita antes da depilação, como forma de prevenir. No entanto, depois de alguns dias, com a pele recuperada da agressão da remoção dos pelos, também é possível retomar este passo na rotina de cuidados. Invista em produtos eficientes, mas que sejam delicados, para não danificar a pele.

2) Hidratação para a saúde da pele, mas com cuidado

Manter a hidratação diária da pele é essencial para manter sua saúde e equilíbrio. Porém, antes de se depilar com cera, evite usar cremes ou óleos densos, já que eles podem provocar reações no corpo durante o gesto.

3) Proteja-se e evite a exposição ao sol

Depois da remoção dos pelos, a pele está sensibilizada e, por isso, deve ficar protegida da radiação solar. Assim, o corpo costuma ficar mais suscetível ao ressecamento, vermelhidão e manchas. Ou seja, não deixe de usar o filtro solar adequado para sua pele!

4) Use roupas confortáveis

Roupas muito apertadas favorecem o atrito na pele, deixando-a mais sensível. Dessa forma, as dores durante a depilação podem ser maiores, além da chance de pelos novos nascerem encravados. Opte por roupas mais larguinhas e confortáveis, de tecidos naturais, como o algodão, para que a pele respire.

5) Banho, antes e depois da depilação, sim!

Antes de depilar, tome um banho de água morna, para ajudar a abrir os poros e reduzir a quantidade de micro-organismos presentes na superfície da pele. Assim, os pelos saem com mais facilidade e menor dor, além de diminuir os riscos de infecções. Também é indicado que a região depilada seja lavada, novamente, após o procedimento com sabonete antisséptico, garantindo uma maior proteção.

Ficou com mais dúvidas? Não deixe de consultar o seu dermatologista!