Com a chegada da temporada mais fria do ano, é comum notar o corpo e o rosto mais ressecados. Você sabe por que isso acontece e como tratar a pele durante o outono e o inverno? Não? Pensando nisso, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, Paraná, que explicou quatro questões fundamentais em relação ao ressecamento da pele nesta época do ano. Confira abaixo!

Por que a pele resseca durante o inverno?

Durante os períodos de frio, existe uma redução da umidade do ar e da transpiração, o que leva à diminuição da hidratação da pele. Outro fator importante é o aumento da frequência de banhos quentes, que reduzem a barreira lipídica, responsável pela proteção da pele. Esta barreira é composta por ceramidas, colesterol e ácidos graxos, e é responsável não só pela proteção contra fatores ambientais, mas também pela redução da perda de água.

O que deve ser feito para manter a saúde da pele?

É importante manter a barreira lipídica o mais íntegra possível, para isso, existem alguns truques:

- Reduza o tempo dos banhos quentes ou prefira banhos mornos;
- Evite usar esponjas e sabonetes antissépticos, pois ressecam o corpo;
- Aumente o consumo de água mineral ao longo do dia para repor sua perda através da pele;
- Reponha a barreira lipídica por meio do uso de hidratantes corporais, especialmente após o banho.

Os processos para recuperação da pele são os mesmos para todas as áreas do corpo?

Não. O corpo humano possui glândulas sebáceas, que são responsáveis pela produção da oleosidade natural em diferentes concentrações nas áreas do corpo. Por exemplo, a zona T da face – testa e nariz - possui maior concentração de glândulas sebáceas do que a região ao redor da boca. Por este motivo, observamos um maior ressecamento nesta área em relação à zona T. Além disso, outras partes do corpo, como as pernas, costumam ter menor concentração glândulas sebáceas e, por isso, são mais ressecadas. Dessa forma, recomenda-se o uso de hidratantes com textura mais emoliente para o corpo, enquanto para o rosto devemos optar por texturas não oleosas para não estimular o surgimento de acne.

Quais texturas de hidratante são mais indicados para cada tipo de pele?

Para peles secas, texturas em creme. Já para áreas muito ressecadas, a pomada pode ser ideal. Para peles mistas e oleosas, texturas fluidas, loções ou géis-creme são as mais indicadas.

Para sugestões de produtos ideais para o seu tipo de pele, procure um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia e comece seu tratamento!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.