Certa vez, surgiu uma espinha no seu rosto. Você chegou a tratar da lesão com um produto antiacne, mas negligenciou o uso do filtro solar durante o dia, o que resultou em uma mancha. Desde então, a marca vem lhe causando bastante incômodo, afinal de contas, interfere no seu visual. A boa notícia é que existem tratamentos e cuidados capazes de amenizar esse problema! Para esclarecer melhor, o DermaClub entrevistou o dermatologista Rubens Pontello, de Londrina, Paraná. Confira!

Entenda melhor porque as manchas de acne surgem na pele

De acordo com o médico, “as manchas e cicatrizes de acne são decorrentes da degeneração da pele após um intenso processo inflamatório ou infeccioso. O hábito de manipular as espinhas também favorece o surgimento de cicatrizes, por incentivar a inflamação do local”, explicou. Outro motivo bastante comum para o aparecimento de marcas é a falta do protetor solar no rosto. O produto, além de proteger contra a radiação solar, evita a piora da acne e a instalação de manchas após o tratamento.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Você pode evitar as manchas com o uso de produtos para a limpeza da pele e do filtro solar

O melhor tratamento para manchas e cicatrizes de acne é, sem dúvidas, a prevenção. Portanto, buscar orientação dermatológica ao primeiro sinal de espinhas é o melhor cuidado a ser feito. “Evite receitas caseiras, que, muitas vezes, podem trazer mais prejuízo do que benefício”, indicou o dermatologista. Para quem tem a pele oleosa, o uso de sabonetes contendo ácido salicílico e LHA pode ajudar no controle da alta produção de sebo - um dos motivos para o surgimento das lesões. Além disso, não deixe de aplicar diariamente o protetor solar com fórmula exclusiva para a pele oleosa ou acneica.

Qual é a importância do uso de produtos específicos para a pele oleosa que tratam as manchas? Como eles atuam? Quais são os melhores ativos?

Segundo o Dr. Rubens, existem produtos que ajudam a deixar a pele oleosa mais uniforme, controlando o excesso de brilho, reduzindo as espinhas e as manchas. “Clareadores para pele oleosa, normalmente, contam com um blend de princípios ativos, sendo os mais famosos: ácido salicílico e LHA. Novas tecnologias, como a AIRlicium, também proporcionam um controle efetivo da oleosidade sem ressecar o rosto”.

Mas, atenção, mesmo que um amigo tenha experimentado o produto e indicado para você, é importante não optar pela automedicação. “Existem diversos clareadores que não devem ser utilizados na pele com acne por favorecer o aparecimento das lesões, piorando o quadro”. Por isso, antes de adquirir qualquer dermocosmético, converse sempre com o seu dermatologista.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.