Clique aqui para conhecer todos os benefícios do nosso clube e cadastre-se!
Dermaclub

Cuidados com a pele na gravidez: saiba o que você pode ou não usar durante a gestação (com infográfico)

Durante a gravidez, é preciso ter um cuidado redobrado com a rotina de beleza, já que muitos procedimentos podem prejudicar o bebê. Alguns cremes e dermocosméticos, quando aplicados na pele, podem ser absorvidos a ponto de circularem na corrente sanguínea, o que pode trazer problemas à saúde do feto. No entanto, muitas ainda se perguntam sobre certos ativos ou produtos, se são seguros ou oferecem algum risco. Para esclarecer o assunto, confira o infográfico e fique por dentro de tudo!

Hidratação é essencial para evitar o surgimento de estrias na pele da grávida

Durante a gravidez, o corpo sofre várias alterações, não só na barriga como ao redor de toda a região pélvica. O ganho de peso também é comum, muitas vezes sendo distribuído por todo o corpo. Isso pode trazer o aparecimento de estrias, que devem ser prevenidas com a hidratação adequada. Ativos como a água termal, manteiga de karité, glicerina, óleo de amêndoas, óleos minerais hidratam e fortalecem a barreira protetora da pele de forma segura para as grávidas. O ácido hialurônico ajuda também a preservar a hidratação e a melhorar a qualidade do colágeno. Já um ativo hidratante que não é tão seguro nesta fase é a uréia, já que aumenta a penetração de outros ativos na pele, podendo trazer riscos à grávida e/ou ao bebê.

Proteção solar é outro dos passos que não podem faltar durante esta fase

A proteção solar é fundamental em todas as etapas da vida, e a gravidez é uma delas. O seu uso regular e consistente previne o surgimento das manchas de melasma, além do fotoenvelhecimento, ressecamento e até câncer de pele. No entanto, muitas vezes a aplicação do produto não é feita adequadamente, ou acontece o esquecimento da reaplicação. Isso aumenta o risco das manchas de melasma, além de causar queimaduras e câncer da pele. Para evitar problemas, vale preferir filtros solares físicos com amplo espectro e FPS de 50 ou mais alto, reaplicando a cada duas horas. Além do protetor, aposte no uso de barreiras físicas, como chapéus, óculos escuros e guarda-sol na praia.

Alguns ácidos nos tratamentos anti-idade e anti-acne não devem ser usados na gravidez

Para manter a pele do rosto saudável, viçosa e lisinha durante a gravidez, a mulher gosta de manter os tratamentos em dia, sejam eles para prevenir o envelhecimento precoce, minimizar acne e oleosidade excessiva ou até diminuir manchas. A dica é apostar em ativos mais suaves que não agridam a pele, como o ácido hialurônico, o zinco, os antioxidantes e a vitamina C e E. Alguns ácidos descamativos, como o salicílico e o retinóico, não devem ser usados, já que a pele fica mais reativa durante a gravidez e qualquer estímulo irritativo aumenta a dilatação dos vasos, levando à sensibilidade. Esses ácidos promovem a renovação celular através da descamação, o que pode causar o problema.

Não deixe de incluir um médico dermatologista no seu pré-natal e garantir uma gestão ainda mais saudável para você e seu bebê!

Publicado em: Segunda-feira 04 de junho de 2018 - 16h09

Modificado em: Segunda-feira 04 de fevereiro de 2019 - 11h53

0
0
0
0
http://www.laroche-posay.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on http://www.vichy.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on http://www.skinceuticals.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on https://www.cerave.com//?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on