Quem tem pele oleosa sabe o quanto o excesso de brilho incomoda! Apesar de ser muito comentado o desconforto que a oleosidade causa ao longo do dia, pela manhã é comum acordar com o rosto extremamente brilhoso e com aquela sensação de sujeira logo ao acordar. Por isso, é fundamental cuidar da pele à noite, antes de dormir, para conquistar um rosto mais macio, uniforme, com menos sebo e equilibrado. Saiba mais!

Por que você deve cuidar da pele oleosa à noite

Segundo dermatologistas, é durante a noite que a nossa pele está mais propensa a absorver os ativos dos produtos utilizados na rotina de cuidados. Além disso, como não há exposição solar, vale apostar em fórmulas mais intensas, como mistura de ácidos, que renovam as células e controlam a oleosidade sem chances de manchas faciais.

Conheça os melhores ativos para tratar a pele oleosa à noite

O tratamento noturno para a pele oleosa deve resultar em menos sebo, poros menos visíveis, pele mais fresca e viçosa logo ao acordar. Para isso, a fórmula dos produtos pode incluir ativos poderosos, como epirulina, LHA e ácido salicílico, que promovem desintoxicação e redução da oleosidade extrema, além de ajudar na renovação celular.

Como cuidar da pele oleosa de manhã e à noite

Ao acordar, lave o rosto com o sabonete antioleosidade, aplique um primer matificante e um protetor solar que também seja indicado para o seu tipo de pele - inclusive, existem excelentes opções de protetores no mercado com fórmulas adaptadas para a pele oleosa e com controle de oleosidade. Já à noite, é imprescindível a remoção da maquiagem com demaquilante, seguida da higienização com sabonete e da limpeza com o tônico. Por fim, invista no seu tratamento noturno preferido e acorde com o rosto mais purificado, poros mais fechados e menos produção de óleo!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.