Clique aqui para conhecer todos os benefícios do nosso clube e cadastre-se!
Dermaclub

Dermatite atópica ou atopia: o que é? Quais os sintomas? Saiba como tratar e prevenir a doença de pele

Conviver com uma doença de pele não é nada fácil e a dermatite atópica é uma das mais comuns. De acordo com o Hospital Israelita A. Einstein, o problema atinge mais de 2 milhões de pessoas por ano no Brasil, podendo surgir ainda na infância e continuar por toda a vida adulta. Para conviver bem com a dermatite, além de fazer o acompanhamento regularmente com o dermatologista, também é importante seguir à risca uma rotina de cuidados com a pele, usando produtos específicos e praticando hábitos diários para evitar possíveis crises. Quer saber mais sobre essa complicação? O DermaClub conversou com a Drª Tatiane Curi, de São Paulo, que contou todos os detalhes da doença.

1. O que é a dermatite atópica?

A dermatite atópica é uma doença que se manifesta na pele ou sua extensão - como no couro cabeludo - que está associada a problemas alérgicos, como a asma, rinite e bronquite. A dermatologista explica que o problema possui uma história crônica com períodos de crises e outros de melhora das lesões. “O paciente com dermatite atópica tem uma reatividade a algumas substâncias e isso pode estar relacionado a fatores genéticos e imunológicos”.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2. Qualquer pessoa pode ter dermatite atópica? Conheça as causas

Qualquer pessoa pode desenvolver dermatite atópica. Entretanto, a doença é mais frequente em pessoas com rinite, bronquite, asma e urticária. Também existe uma predisposição genética quando os pais do paciente possuem a doença. Dentre as causas principais, além da herança familiar, podemos ressaltar os fatores imunológicos, alterações metabólicas e fisiológicas.

3. Sintomas da dermatite atópica

Quem tem dermatite atópica apresenta os seguintes sintomas:

- Placas vermelhas e descamativas, extremamente pruriginosas e muitas vezes localizadas em superfícies de dobras como dobra do braço e das pernas;
- Nas crianças, pode acometer o rosto, principalmente testa e bochechas;
- A pele fica bastante ressecada;
- Com manchas brancas (chamada de pitiríase alba);
- Bolinhas vermelhas nas laterais dos braços (queratose pilar);
- Escurecimento das pálpebras com marcação das linhas nesta região;

4. Quais são os tipos de pele mais atingidos por essa doença?

A pele mais ressecada, desidratada e com alteração no microbioma possui uma probabilidade maior de ter dermatite atópica. A médica explica melhor o motivo: “A região desidratada vai levar a um desbalanço na quantidade e diversidade de microrganismos bons na superfície cutânea. Com isso, a pele ficará mais predisposta a infecções secundárias tanto bacterianas quanto fúngicas, apresentando uma chance maior de desenvolver os sintomas da doença”.

5. A dermatite atópica tem cura?

A dermatite atópica não tem cura, mas a Drª Tatiane garante que existe controle. Para viver bem com essa doença, é importante ter um acompanhamento com um dermatologista. Com essa ajuda, as crises podem se tornar bem menos frequentes e com intensidade bem menor.

6. A doença pode ser evitada?

A profissional afirma que a dermatite ainda não pode ser evitada de aparecer. Por outro lado, conseguimos prevenir suas crises e recidivas. Basta seguir uma rotina de cuidados com a pele bastante criteriosa e tudo vai dar certo! “É importante usar produtos com pH é mais perto do pH da pele, o uso constante de hidratantes específicos com ativos calmantes, anti-inflamatórios e prebióticos. O uso de probióticos orais também é uma boa indicação para evitar as recidivas frequentes e diminui muito o uso de antibióticos e corticoides nesses pacientes”.

7. O que pode causar uma crise de dermatite atópica?

A dermatite atópica é uma doença crônica que pode ser influenciada por inúmeros fatores. entre eles, podemos ressaltar: “Quadros infecciosos, alterações imunológicas específicas, estresse e outros fatores emocionais, clima frio - principalmente durante o inverno - e o uso de esfoliantes”, listou.

8. Quais são os principais tratamentos para a dermatite atópica?

A boa notícia é que existem vários tratamentos para o controle da dermatite atópica: cuidados gerais como o uso de hidratantes e produtos sem alergênicos, orientações de banhos rápidos, mornos e com géis de limpeza suaves ou até géis de banhos. A fototerapia também é eficaz em alguns tipos de pacientes e atualmente alguns medicamentos imunobiológicos e probióticos orais são úteis e às vezes necessários.

Produtos que podem ajudar no tratamento da dermatite:

- Água Termal;
- Hidratantes prebióticos;
- Loção de limpeza;

9. Pode-se usar creme de ureia no tratamento da dermatite atópica?

A ureia é conhecida como um ativo super hidratante e muita gente pensa que é uma boa opção para o tratamento da dermatite atópica. No entanto a Drª Tatiane não recomenda esse cuidado para quem apresenta essa doença: “Em muitos pacientes com lesões inflamatórias, eczematizadas e em peles muito sensibilizadas, ela pode causar ardor e desconforto”.

10. Como controlar as lesões? 8 cuidados para quem tem dermatite atópica

1) Tomar banhos mornos e rápidos;
2) Não usar buchas ou esfoliantes na pele;
3) Lavar a pele com loções de limpeza suaves;
4) Hidratar a pele sempre com produtos específicos para quem tem dermatite atópica com substâncias emolientes, lubrificantes, anti-inflamatórias e prebióticas;
5) Usar roupas de algodão e mais larguinhas, pois o suor e o atrito pode piorar a coceira;
6) Lavar as roupas com sabão e não com detergente. Esses produtos contém partículas que podem irritar a pele;
7) Em crianças, é importante manter as unhas limpas e bem cortadas para evitar a manipulação e piora das lesões;
8) A casa do paciente deve ser limpa, sem poeira, com poucas cortinas, lençóis de algodão e poucos elementos que retenham ácaros.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicado em: Segunda-feira 16 de setembro de 2019 - 15h30

Modificado em: Terça-feira 05 de novembro de 2019 - 14h17

0
0
0
0
http://www.laroche-posay.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on http://www.vichy.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on http://www.skinceuticals.com.br/?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on https://www.cerave.com//?utm_source=loreal-dcb-site&utm_medium=referral&utm_content=header&utm_campaign=always-on