Dizem que a dermatite atópica é a “rinite da pele”. Essa doença, bastante comum em bebês, mas que pode prolongar-se para a vida adulta, é capaz de causar muitos incômodos em várias partes do corpo, entre eles: coceira, manchas vermelhas, feridas e escamas brancas. Para reverter esse quadro e tratar a dermatite atópica, é importante usar produtos e ativos que deixem a pele hidratada, acalmem qualquer irritação e tratem as lesões. Pensando nisso, o DermaClub bateu um papo com a dermatologista Juliana Jordão, que listou os principais cuidados para incluir na sua rotina de skincare.

O que é a dermatite atópica?

A dermatite atópica é uma alteração da barreira que existe sobre a pele, que protege a região do ressecamento e de irritações causadas por algumas substâncias ou fatores. “A ausência de barreira torna a pele suscetível a irritar com mais facilidade e gerar lesões de eczema com coceira, vermelhidão e feridas no local. A composição lipídica, diferente no caso dos atópicos, também favorece a mudança do microbioma da pele, aumentando a chance de infecções nos locais das feridas, causada por bactérias ruins e fungos”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Produtos que ajudam no tratamento da dermatite atópica?

Para tratar a dermatite atópica, a Drª Juliana explica que é fundamental usar todos os dias um bom hidratante para pele alérgica. “O produto precisa ser cremoso, sem fragrância e com a ação de repor a camada de gordura que a pele não produz. Com isso, a região se torna mais forte e resistente à sensibilidade”.

Já nas crises de dermatite, é necessário o uso de medicamentos tópicos, como o corticoide ou tacrolimus, além de comprimidos antialérgicos. Os prebióticos também são muito úteis na prevenção de crises, pois ajudam a alimentar as bactérias boas do microbioma.

A dermatite atópica tem cura?

A dermatite atópica não tem cura por ser uma doença crônica, mas com o tratamento correto, é possível controlar o quadro e evitar a piora das lesões na pele. Para isso, é importante procurar um dermatologista assim que notar os primeiros sintomas da dermatite atópica ou caso tiver algum caso do problema de pele na família.

8 cuidados com a pele, produtos e ativos para quem tem dermatite

1) Prefira tomar banhos mornos ou frios;

2) Não demorar muito no banho;

3) Não usar nenhum tipo de bucha;

4) Usar um sabonete especial - de preferência aqueles infantis ou específicos para quem tem dermatite atópica que são neutros, não possuem álcool ou parabenos, e contém ativos anti-inflamatórios para aliviar as lesões avermelhadas e hidratantes para preservação do filme hidrolipídico;

5) Tomar cuidado também com o amaciante que coloca na roupa;

6) Evitar ao máximo o uso de perfumes;

7) Manter a limpeza do ambiente da casa também é importante para não agravar as lesões;

8) Acima de tudo, hidratação diária, de preferência com um hidratante enriquecido com ativos emolientes, anti-inflamatórios e prebióticos.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.