Grande parte da população brasileira tem pele oleosa ou acneica e, por isso, as opções de dermocosméticos e medicamentos que atuam no tratamento do quadro são cada dia mais diversificadas. O ácido salicílico é um dos ativos usados para o controle da doença e, para desvendar tudo sobre a substância, o DermaClub conversou com a dermatologista Luciana Kalache, de Curitiba, Paraná, que explicou a eficiência contra a oleosidade excessiva. Confira!

Saiba o que é o ácido salicílico e como ele age na pele

Segundo a médica, o ativo é um beta-hidroxiácido com propriedades esfoliantes e seborreguladoras. "Ele ajuda a diminuir o espessamento da pele em algumas partes do corpo, como na lateral de braços e coxas, por exemplo; tem ação anti-inflamatória; e evita a contaminação por bactérias e fungos. Como também esfolia, renova a pele do rosto, removendo as células mortas e o excesso de oleosidade”, explicou.

Entenda como o ácido salicílico pode ser útil no combate à acne

De acordo com a dermatologista, o ativo pode ser utilizado no tratamento da acne, pois age nos pilares da formação do quadro. “Ele tem efeito comedolítico, ou seja, inibe a formação dos cravos, e ajuda a controlar a produção de sebo. Outro ponto positivo é a ação anti-inflamatória, que reduz as lesões”, esclareceu, lembrando que os dermocosméticos adequados a cada paciente devem ser indicados por um dermatologista.

Dermatologista explica como potencializar o efeito do ativo

A Dra. Luciana Kalache explicou que existem produtos que podem maximizar o efeito do ácido salicílico, agindo de maneira conjunta. “Alguns medicamentos e dermocosméticos que ajudam a diminuir a flora bacteriana e a inflamação local auxiliam no tratamento da acne. Por outro lado, é importante observar tudo que está sendo usado na pele, desde o hidratante até a maquiagem e o protetor solar. Cremes muito gordurosos, por exemplo, acabam anulando o efeito do ativo”, alertou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.