Hoje em dia, muito se fala do colágeno para o tratamento do envelhecimento da pele: rugas, linhas de expressão, flacidez... Mas você sabe ao certo o que é essa substância e como ela atua na boa aparência e a saúde do rosto? A fim de entender mais sobre o assunto, o DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Ravelli, de São Paulo, que explicou o que é, qual a sua função e como é possível estimular sua produção. Confira!

O que é o colágeno? 

De acordo com a médica, o colágeno nada mais é do que uma proteína presente em grande quantidade no corpo. “Ele corresponde a aproximadamente 30% das proteínas de nosso corpo, e ao contrário do que muitos pensam, não está presente somente na pele, mas também em tendões, cartilagens, músculos, ossos e vasos sanguíneos”, explicou.

Quais os benefícios do colágeno para a pele e na prevenção do envelhecimento?

A principal função da proteína é servir de sustentação para a estrutura da pele. “Ela se organiza em feixes ou fibras na derme, camada intermediária, localizada entre a epiderme e a hipoderme. Seu papel é manter o tônus, a firmeza, e a resistência. Tornando-se, assim, um importante aliado na prevenção do envelhecimento”, esclareceu.

Produção do colágeno diminui a partir dos 30 anos

Segundo a médica, a partir dos 30 anos é iniciada a atividade de uma enzima que degrada as fibras de colágeno e a elastina, começando o processo de envelhecimento. Já aos 50 anos, acredita-se que o corpo apresente taxas muito baixas da proteína. Nessa fase, surgem rugas, sulcos, flacidez e alteração da textura da face. “Uma vida saudável, com alimentação balanceada - rica em vitamina C, E e zinco -, atividade física e ausência de cigarro ajuda a prevenir a degradação do colágeno”, indicou.

Dermatologista:

Drª Flávia Ravelli / CRM: 129724

Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Chefe do Departamento de Dermatologia do Complexo Hospitalar ProMatre/Santa Joana - SP. É assistente do Departamento de Dermatologia da Universidade de Santo Amaro - UNISA/SP e co-Coordenadora do Departamento de Dermatologia Pediátrica da SBD gestão 2015-2016. Além disso, é pós-graduada em Medicina Baseada em Evidências pela UNIFESP-SP.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

** Esta matéria foi atualizada no dia 21/09/2018

Para entender um pouco mais sobre o colágeno, confira o vídeo abaixo: