A toxina botulínica ajuda no remodelamento do colágeno, melhorando o aspecto de cicatrizes e retardando o envelhecimento do rosto. Mas o que muitas pessoas não sabem é que a aplicação da substância pode ajudar no controle e na prevenção da acne. O DermaClub conversou com a dermatologista Tatiana Matos, de Salvador, Bahia, que explicou como o procedimento age, quais são seus benefícios e quando é indicado. Confira!

Descubra por que a aplicação da toxina botulínica pode ajudar no tratamento contra acne

Segundo a médica, nos últimos anos foi reconhecido que a ação da toxina botulínica nos nervos, além de proporcionar redução de rugas e de produção de suor, também faz com que a pele seja menos colonizada por microorganismos que causam a acne. “Além disso, o tratamento ainda atrofia as glândulas sebáceas, e isso diminui a secreção no rosto”, concluiu.

Entenda o que acontece com as inflamações após a aplicação da toxina botulínica

De acordo com a dermatologista, as inflamações decorrentes da acne também melhoram com a aplicação da toxina botulínica. “É possível notar melhora de pequenas espinhas, nódulos e até a acne mais inflamada, com formação de cistos e conexões entre eles - as chamadas fístulas. Também há melhora de algumas cicatrizes”, explicou.

Saiba quando é indicado realizar aplicação de toxina botulínica para tratar a acne

Segundo a Dra. Tatiana, o tratamento não é indicado como substituto aos procedimentos já consagrados. “Ele pode ser usado em associação para casos de difícil controle. Para pacientes que possuem pele muito oleosa e poros abertos de forma localizada, também pode ser uma boa alternativa”, disse, lembrando que após a aplicação da substância é preciso permanecer seis horas sem deitar na horizontal e evitar saunas ou atividades físicas. “Assim, evitamos o risco da migração da toxina para outras áreas do rosto”, contou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.