O retinol é um ativo poderoso no tratamento anti-idade. O derivado da vitamina A age sobre o DNA da célula, aumentando a capacidade de renovação da pele, deixando a região mais fina, lisa e uniforme. Essa função, além de diminuir a aparência de rugas e da flacidez - por aumentar os níveis da produção das fibras de colágeno e elastina -, também ajuda a clarear manchas na pele.

Embora seja considerada uma das substâncias mais eficazes no tratamento do envelhecimento e fotoenvelhecimento, algumas pessoas ainda cometem erros ao incluir esse produto na rotina de skincare. Para evitar essa situação, o DermaClub mostrou as principais falhas na hora de usar o retinol e indicou 3 dicas de dermocosméticos com o ativo para o seu ritual de beleza.

ERRO #1) Usar o retinol com ativos errados

Combinar o retinol com certos produtos pode não ser uma boa ideia. Quando o ativo é usado em conjunto com o AHA ou ácido salicílico, indicados no tratamento contra acne, o rosto pode reagir, provocando vermelhidão e outros sinais de irritação no local aplicado. Por isso, antes de incluir essa substância na sua rotina de cuidados com a pele, é importante consultar o seu dermatologista. Enquanto isso, outros componentes, como o peróxido de benzoíla, anulam os efeitos do retinol.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

ERRO #2) Não hidratar a pele o bastante durante o tratamento com retinol

O retinol é um ativo que pode irritar a região onde foi aplicado, dependendo da concentração. Por isso, quem usa um produto com esse ativo deve sempre manter a pele muito bem hidratada e fortalecida. Além de reforçar o uso de séruns ou cremes hidratantes, também é importante ingerir a quantidade de água ideal ao longo do dia. Não deixe de se hidratar!

ERRO #3) Continuar o uso do retinol mesmo com a pele irritada

A aplicação de retinol pode provocar um pouco de descamação e vermelhidão no princípio do tratamento, dependendo da sua concentração. Se você não foi avisada desses efeitos, o ideal é procurar o seu dermatologista o quanto antes para identificar a causa dessa reação e, assim, modificar a sua rotina de cuidados com a pele.

3 produtos com retinol mais queridinhos das beauty addicts:

1) Retinol HA Advanced, de Vichy

Atenua todos os tipos de rugas acentuadas, , com uma textura adaptada à pele brasileira. Sua composição é uma associação de ativos inédita no mercado: retinol puro; LR2412 - com ação redensificadora e alto poder hidratante, que garante uma boa tolerância, evitando irritações; adenosina; e ácido Hialurônico. O produto possui resultados comprovados com redução visível das rugas e melhora significativamente a textura da pele.

2) Retinol 0.3, de SkinCeuticals

É um creme noturno renovador de alta potência com retinol puro a 0,3%, a mais alta concentração permitida na legislação brasileira! Ele estimula a regeneração celular, aumenta a síntese de colágeno e diminui rugas acentuadas , sendo uma excelente opção para as mais profundas e difíceis de corrigir, além de reduzir manchas e minimizar os poros. Sua textura é leve, não resseca a pele e não obstrui os poros. Foi formulado para proporcionar alta eficácia com a presença do extrato de medicago sativa, que potencializa o efeito do ativo. O Retinol 0.3 é indicado para pessoas com rugas, textura da pele irregular e ainda auxilia na uniformização da tonalidade da pele.

3) Redermic R, de La Roche-Posay

Combate os sinais do fotoenvelhecimento, alia a poderosa ação do retinol puro com um complexo de ativos que promovem uma esfoliação precisa. Sua fórmula proporciona maior eficácia sem comprometer a tolerância da pele. Os resultados são de redução das rugas acentuadas e a uniformização do relevo e tonalidade. Além disso, ajuda a reduzir os poros dilatados, uma característica muito comum da pele da brasileira.

Redermic R traz uma combinação exclusiva de ativos: retinol puro (0,1%) que acelera a renovação celular, estimulando a produção de colágeno; complexo retinóide: linoleato de retinila (0,2%) + adenosina (0,1%), que potencializa a ação do retinol puro e LHA (0,3%), que promove uma microesfoliação na pele.

LEMBRE-SE: todo produto com retinol deve ser associado ao uso de protetor solar com FPS 30, no mínimo.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!