Com o passar dos anos é possível perceber algumas mudanças na pele, que costuma ter menos elasticidade, perde grande parte de sua hidratação natural e desenvolve as primeiras rugas. Embora seja um processo espontâneo, com alguns cuidados é possível diminuir e minimizar esses efeitos, mantendo a pele mais jovem e saudável por mais tempo. O DermaClub conversou com o dermatologista Alan Ost, de São Paulo, que tirou as dúvidas e concedeu suas principais dicas sobre o assunto.

Qual a explicação para o envelhecimento da pele?

Dependendo da genética e do estilo de vida, as funções fisiológicas normais da cútis podem diminuir em 50% até a meia-idade. “O envelhecimento está associado à perda de tecido fibroso, à taxa mais lenta de renovação celular e à redução da rede vascular e glandular. Além disso, a área da barreira que mantém a hidratação celular também fica prejudicada”, explicou.

Aposte em antioxidantes e proteção solar como aliados contra esse processo

Manter um lifestyle saudável, usar filtro solar corretamente e dermocosméticos adequados para o seu tipo de pele são atitudes essenciais para evitar os sinais precoces de idade. “O filtro solar protege contra o fotoenvelhecimento. Tanto os raios UVA, que incidem o ano inteiro, como o UVB, que é mais predominante no verão, causam malefícios à pele”, afirmou. Já os antioxidantes são substâncias que dão um reforço na batalha contra os fatores externos. “Esse tipo de produto reduz o impacto dos radicais livres na cútis, e atua para impedir a destruição do colágeno e da elastina”, contou.

Vale a pena investir em produtos anti-idade mais potentes em peles jovens?

Como existem diversas opções de produtos anti-idade no mercado, o ideal é escolher o que melhor se adapte à sua idade e necessidades. “Se uma pessoa jovem usar um tratamento mais potente não vai necessariamente fazer mal, mas não é o recomendado. Algumas opções destinadas à cútis mais maduras têm altas concentrações de ácidos, que podem causar irritação discreta ou até algo mais severo em uma cútis que não precisa daquilo nesse momento”, afirmou.

Quais são os cuidado ideais para cútis maduras?

Para a pele madura se manter saudável, Dr. Alan indica a construção de uma rotina de tratamentos indicados pelo dermatologista. “Além da hidratação é importante apostar em ativos antioxidantes, minerais, cremes precursores de colágeno, firmadores ou tensores”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.