A pele sensível, conhecida também como reativa, possui uma condição bastante complexa: apresenta intolerância ao uso de dermocosméticos, cosméticos e/ou produtos químicos. Por isso, é mais propensa a episódios de irritação. Para evitar esse desconforto, muita gente acaba abrindo mão de certos rituais de beleza que, de certa forma, “agridem” a pele, e um deles é a esfoliação. No entanto, quem tem tendência à sensibilidade pode realizar, sim, esse cuidado com atenção.Quer saber como? Confira!

Entenda a importância da esfoliação para a pele

Quem tem a pele sensível pode realizar, sim, esse ritual, porém, a esfoliação precisa ser feita com moderação, no máximo duas vezes por semana e com produtos que sejam suaves e com grânulos “aveludados”, e de acordo com as indicações do seu dermatologista. O maior benefício desse gesto, sem dúvidas, é a renovação que ele promove, ajudando a eliminar as células mortas e as impurezas que se acumulam na superfície do rosto. Assim, a pele se torna mais macia, lisinha e preparada para receber a hidratação. Além disso, a esfoliação também melhora a circulação sanguínea, desobstrui os poros e aumenta a capacidade de absorção de outros produtos.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Esfoliação na pele sensível: o que fazer para não deixar a região irritada

Antes de incluir esse gesto na sua rotina de cuidados, é importante consultar o seu dermatologista e certificar que a região não apresenta nenhum sinal de irritação, como coceira, vermelhidão ou até pequenas feridas, a fim de não agravar o quadro.

Ao aplicar o dermocosmético, faça movimentos leves e suaves. Aproveite também os dias quentes e úmidos para realizar o cuidado, já que na época fria a pele pode ficar mais seca e ainda mais sensível.

Se, por um acaso, você tenha exagerado no procedimento, interrompa a esfoliação por alguns dias ou o uso de qualquer produto que possa piorar os sinais de irritação e procure um dermatologista.

Aposte em produtos que ajudam a limpar e esfoliar a pele

Existem dermocosméticos multifuncionais que, além de manter o rosto limpo, agem como esfoliantes que removem as células mortas e desobstruem os poros, mantendo a região cutânea mais macia e lisinha. Aposte em produtos que contenham ativos como o zinco - que possui ação cicatrizante e ajuda na formação de células da pele - e o ácido glicólico - que combate o envelhecimento precoce. Dessa forma, você terá um rosto muito mais viçoso e saudável.