Se você pratica exercícios ou esportes ao ar livre, já escutou que é necessário ter alguns cuidados extras para manter a saúde da pele. Mas, você sabe quais são os hábitos mais importantes, além de usar protetor solar, com FPS 30, no mínimo? O DermaClub conversou com a dermatologista Lívia Luna, do Rio de Janeiro, para descobrir o que não pode faltar para proteger a sua pele na hora de praticar uma atividade ao livre. Olha só!

Saiba quais são os principais cuidados necessários para praticar esporte ao ar livre

Praticar exercícios é essencial e fundamental para a saúde do nosso corpo. Porém, a Dra. Lívia afirma que, quando essa prática acontece ao ar livre, devemos nos preocupar com a nossa pele e tomar alguns cuidados, já que ela pode sofrer danos causados pelo sol, frio, vento e pela poluição do ar.

O sol pode ocasionar danos como queimaduras, envelhecimento precoce e até câncer de pele. Por isso, é extremamente importante o uso do filtro solar! A aplicação do produto deve ser feita cerca de 30 minutos antes da exposição e reaplicada a cada duas horas, mesmo no inverno. Além disso, também recomendo o uso de roupas claras e leves, com tecidos de proteção UV, óculos e chapéus”, disse. Segundo a médica, também é preciso lembrar que, ao praticar exercícios, é necessário beber bastante água e procurar horários em que a incidência dos raios ultravioleta sejam menores - antes das 10h e após às 16h.

Assim como a radiação solar, a poluição também faz parte do grupo de agentes nocivos que acelera o ciclo do envelhecimento precoce, aumentando a produção de radicais livres e diminuindo o potencial de defesa existente na pele. Dessa forma, a combinação do uso de filtro solar e antioxidantes garante uma proteção completa contra os efeitos da poluição e da radiação na pele.

Entenda a importância de hidratar a pele antes e depois de praticar esportes ao ar livre

De acordo com a dermatologista, os cuidados antes e após a prática de atividades ao ar livre também devem ser lembrados. “A ação do vento e do frio costumam deixar a pele mais ressecada e, quando ela está desidratada, pode ter a sua função de proteção comprometida. Além de ganhar um aspecto opaco, áspero, sem elasticidade e com tendência à descamação, já que fica ressecada e mais frágil, estando sujeita a irritações”, explicou. Por isso, a hidratação é superimportante! Para mantê-la, é preciso beber água - cerca de dois litros por dia -, optar por banhos mais rápidos e com a temperatura de morna para fria, usar sabonetes suaves e hidratantes corporais multifuncionais - como produtos que nutrem, protegem do sol e previnem o estresse oxidativo na pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.