Você já teve a experiência de fazer sauna? É uma prática relaxante, na qual você sente o corpo descontrair no meio de um ambiente quente e confortável. A atividade, criada na Finlândia, entrou na rotina de beleza de várias mulheres do mundo inteiro, e muita gente garante que esse hábito, além de aliviar a tensão, é capaz de ajudar na hidratação dos cabelos e até proporcionar benefícios à pele. Será verdade? O DermaClub explica.

Um dos benefícios da sauna é liberar as impurezas da pele

Quando feita corretamente, é comprovado que a sauna pode trazer muitos benefícios à pele. De acordo com dermatologistas, ao suar, nosso corpo é capaz de eliminar o excesso de líquido do organismo, provocar a vasodilatação - que melhora o processo de oxigenação -, além de liberar as impurezas mais facilmente. Após o ritual, também fica mais fácil de remover lesões de cravos e as espinhas, já que essas amolecem.

Além disso, o ambiente proporciona benefícios ao cabelo, por exemplo, na hora de fazer uma hidratação. O que acontece é que o vapor e o calor, unidos à máscara de tratamento aplicada nos fios, funcionam como potencializadores térmicos - já que dilatam as escamas e abrem as cutículas dos fios, ajudando na penetração do produto.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Antes de fazer sauna confira esses 5 cuidados

Embora não cause problemas a nenhum tipo de pele, é preciso ficar atenta a alguns pontos antes de fazer a sauna, de modo a evitar incômodos na região cutânea e manter o cabelo saudável. Confira:

1) A pele precisa estar limpa: antes de entrar no ambiente, é importante que o rosto e corpo estejam bem higienizados. Além disso, não é indicado usar nenhum tipo de produto na pele durante a sauna, já que o uso de óleos e cremes prejudicam a eliminação do suor e causam hipertermia. O melhor momento para aplicar os dermocosméticos é após o ritual, pois a pele consegue absorver melhor os ativos.

2) Se você tiver caspa, evite fazer sauna: o vapor do local pode agravar o quadro devido ao abafamento do couro cabeludo.

3) Use objetos bem esterilizados: lembre-se que o ambiente é úmido e propício para fungos. Por isso, veja se a toalha está bem limpa, não sente em uma superfície sem cobertura e não fique com os pés descalços, para evitar o surgimento de micose.

4) Fique atenta ao seu organismo: se você se sentir mal, o ideal é sair imediatamente do ambiente e beber bastante água, para repor todo o líquido perdido durante a prática.

5) Você tem doenças de pele? Quem tem quadros de dermatites atópicas e rosácea deve evitar o ambiente, pois ele pode agravar a vermelhidão e deixar a pele mais irritada com o calor e o suor.

Aproveite a sauna com responsabilidade, respeitando o tempo ideal de permanência: 15 minutos. Antes de aderir à prática, consulte seu dermatologista.