O protetor solar faz parte da sua rotina de skincare? A fotoproteção deve ser praticada todos dias para prevenir os danos causados pela radiação solar - entre eles a formação de rugas, manchas e, claro, o câncer de pele. Mas além do sol, você sabia que a luz visível também é emitida por lâmpadas e aparelhos eletrônicos, e pode ser prejudicial à saúde da pele?

Para manter a região protegida desses dois problemas, o ideal é apostar em um filtro solar com cor. Além de preservar a pele, ele também consegue substituir a base para disfarçar certas imperfeições, como marcas de acne, olheiras e cicatrizes na face. A dermatologista Juliana Jordão fala mais sobre esse produto e todos os seus benefícios!

Protetor solar com cor: quais são as vantagens de ter um?

O que você procura em um protetor solar? Além de proteger bem a pele contra os efeitos da radiação, é importante que o produto tenha outras características importantes, como amplo espectro, textura leve, acabamento natural e, no caso do filtro com cor, alta cobertura - esse ponto é essencial para prevenir os danos da luz visível e, claro, garantir um efeito impecável na sua maquiagem.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Se você ainda tem dúvidas sobre investir ou não em um protetor solar com cor, separamos os benefícios desse produto e as diferenças que ele é capaz de fazer pela sua rotina de skincare:

- Protege a pele contra a radiação solar e a luz visível;
- Previne a formação de manchas na pele, até mesmo do melasma;
- Disfarça as imperfeições na pele: manchas, olheiras, cicatrizes e marcas de acne;
- Previne a piora das manchas, olheiras e marcas de acne;
- Previne contra o melanoma, tipo mais grave de câncer de pele;
- Clareia naturalmente as manchas na pele;
- Evita a formação de sinais precoces do envelhecimento, como rugas e flacidez.

Filtro solar com cobertura: a eficácia é garantida?

A semelhança com a maquiagem pode levantar dúvidas sobre a qualidade de proteção desse tipo produto, já que muitas bases oferecem FPS abaixo do recomendado - o indicado é o fator 30, no mínimo. Segundo a dermatologista, a cobertura uniformizante é ainda mais eficaz. "Por meio de seu pigmento, ele cria uma barreira extra contra a ação dos raios UVA e UVB", explicou. No entanto, é importante lembrar que o retoque é essencial para uma proteção eficaz, reaplicando-o a cada duas horas.

Existem no mercado diversos tipos de base com a promessa de proteção contra raios solares. Dra. Juliana Jordão fez uma comparação entre o cosmético e o protetor com cobertura. "Em geral, as bases possuem fator baixo e potencial de cobertura alto. Os filtros com base apresentam fatores mais altos, mas não cobrem tanto", esclareceu.

Como escolher o melhor protetor solar com cor para a sua pele?

A Drª Juliana ressalta que, assim como as bases, é preciso escolher a cor ideal do seu protetor solar de acordo com o tom da sua pele. Para não levar o produto errado, o ideal é fazer o teste aplicando um pouco do filtro bem no cantinho do maxilar, entre o começo da bochecha e o pescoço. Desse jeito, dá para perceber melhor se o protetor é o mais indicado para você.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.