Tornar a fotoproteção um hábito é essencial para a prevenção de problemas causados pela radiação solar, como o temido câncer de pele. Contudo, de acordo com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, o sol não é o único responsável pelo surgimento de manchas, como sardas e melasmas. A luz visível, aquela emitida por lâmpadas e computadores, também é prejudicial à saúde do rosto. Por isso, que tal apostar no uso de um filtro solar com cor, unindo proteção e efeito de maquiagem para disfarçar imperfeições? Saiba mais!

Benefícios da proteção solar com cobertura uniformizante

Garantir, ao mesmo tempo, alta tolerância, eficácia e resultado cosmético é a busca de muitas mulheres. Sendo assim, o protetor com cobertura permite obter FPS alto, uniformizar o tom e dar luminosidade à pele, com um acabamento natural. Assim como as bases, é preciso escolher a cor ideal de acordo com o tom da sua pele, mas também é possível encontrar no mercado de beleza tons universais, que se adequam a todos os rostos.

Filtro solar com cobertura: a eficácia é garantida?

A semelhança com a maquiagem pode levantar dúvidas sobre a qualidade de proteção desse tipo produto, já que muitas bases oferecem FPS abaixo do recomendado - o indicado é o fator 30, no mínimo. Segundo a dermatologista, a cobertura uniformizante é ainda mais eficaz. "Por meio de seu pigmento, ele cria uma barreira extra contra a ação dos raios UVA e UVB", explicou. No entanto, é importante lembrar que o retoque é essencial para uma proteção eficaz, reaplicando-o a cada duas horas.

Existem no mercado diversos tipos de base com a promessa de proteção contra raios solares. Dra. Juliana Jordão fez uma comparação entre o cosmético e o protetor com cobertura. "Em geral, as bases possuem fator baixo e potencial de cobertura alto. Os filtros com base apresentam fatores mais altos, mas não cobrem tanto", esclareceu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.