O uso do filtro solar diariamente é essencial para evitar danos à saúde da pele, como o envelhecimento precoce e até câncer de pele. E, hoje, os benefícios desse dermocosmético vão além do combate aos raios solares: o protetor pode controlar a oleosidade e uniformizar a tonalidade do rosto, por exemplo. Para entender melhor quais são as outras funcionalidades que o produto pode ter, o DermaClub conversou com a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo. Confira!

Entenda a importância de usar protetor solar diariamente para a pele

Você já deve saber que o filtro solar deve ser aplicado todos os dias na pele e que o ideal é que este hábito seja iniciado ainda na infância, a partir dos 6 meses de idade. “80% dos casos de câncer de pele são relacionados à radiação solar. Além disso, 90% do envelhecimento da pele, que causam sinais como rugas, manchas e flacidez, também surge devido à exposição solar inadequada”, explicou a dermatologista, enfatizando que a prevenção é a chave para minimizar as chances de problemas mais graves no futuro.

Descubra os benefícios que o filtro solar pode oferecer além da proteção contra as radiações

De acordo com a Dra. Lilia, o filtro, além de proteger a pele da radiação solar, também pode ter diversas outras funcionalidades, o que torna o produto multifuncional e ideal para o tratamento de diferentes quadros.

- Controle de oleosidade: atualmente, é possível usar o filtro solar e manter a pele sequinha! Existem filtros que absorvem a oleosidade da pele ao longo do dia de forma inteligente, diminuindo o brilho excessivo;

- Efeito blur: estes filtros solares ajudam a disfarçar poros dilatados e as imperfeições do rosto, são livres de óleo e possuem acabamento mate.

- Uniformidade no tom da pele: aliando efeito de base maquiagem e proteção solar completa, os filtros com cor oferecem, ainda, o benefício de uniformização do tom da pele, diminuindo a aparência das manchas e imperfeições.

- Filtros físicos: existem ainda opções que possuem somente filtros minerais em sua composição. Esse tipo de filtro é referência em proteção, possui alta estabilidade e é ideal para peles sensíveis ou sensibilizadas.

Saiba como escolher o filtro solar ideal para a sua pele

Segundo a médica, antes de aplicar qualquer produto na pele, o ideal é consultar o dermatologista para uso adequado. No entanto, ele deve ter FPS 30, no mínimo, e proteger contra os raios UVA e UVB. “A textura do dermocosmético deve ser agradável para facilitar a espalhabilidade, já que ele deve ser usado todo dia, seja no frio, na chuva, no escritório ou no verão”, disse.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.