O filtro solar é um dos produtos indispensáveis para incluir em sua rotina. Segundo especialistas, o dermocosmético deve ser usado sempre, independente do clima e até mesmo em ambientes fechados e dias nublados para proteger o rosto e o corpo dos danos nocivos da radiação solar. No entanto, alguns cuidados com a aplicação garantem maior eficácia, como passá-lo 30 minutos antes de sair de casa. O DermaClub te explica por quê!

Por que é importante passar o filtro solar 30 minutos antes de sair?

Grande parte dos protetores contém substâncias que precisam de certo tempo para se adaptar à pele e, só então, efetuar sua ação. Por esse motivo, é indicado que se use o filtro com, no mínimo, FPS 30, ao menos 30 minutos antes de sair de casa, aplicado em todas as áreas do corpo expostas ao sol, principalmente no rosto, pescoço e colo. Além disso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia indica reaplicar o protetor no intervalo de duas em duas horas para garantir a proteção da pele.

O filtro solar físico é melhor?

De acordo com dermatologistas, não existe diferença na efetividade entre os protetores físicos ou químicos. No entanto, a distinção se dá pela forma como eles agem na pele. O filtro químico precisa de um tempo de adaptação à pele e, só assim, protegê-la - daí o tempo de 30 minutos, em média -, enquanto o físico oferece o bloqueio do sol a partir do momento que é aplicado, visto que refletem e dispersam a radiação.

Veja dicas de como escolher o seu protetor solar

Quem possui sensibilidade cutânea, por exemplo, pode optar por um filtro físico, que apresenta fórmula mais suave e seus componentes dificilmente causam reações na pele. Já pacientes que não tenham restrições e não apresentam doenças, como urticária solar ou lúpus, podem investir em um protetor químico, que não haverá comprometimento da ação fotoprotetora, mas não se deve esquecer de aplicá-lo 30 minutos antes de sair de casa.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.