Muito comum, a foliculite é uma inflamação que acontece nas áreas pilosas do corpo e se reflete no surgimento de várias bolinhas vermelhas na pele. Geralmente, ela aparece por conta das práticas de depilação mais comuns, como a cera e a lâmina, adotadas por quem quer se livrar dos pelos. Para entender por que isso acontece e como evitar a erupção, o DermaClub conversou com a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro. Veja só!

O que é foliculite e por que acontece?

De acordo com a médica, “a foliculite em si já é a inflamação do folículo piloso e pode acontecer por conta de um pelo encravado ou após um trauma local, como a depilação. É comum acontecer em áreas com pelos e de atrito - como barba, virilha, glúteos, coxas e axilas”, explicou. Além disso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia também afirma que esse problema pode ser motivado devido uma infecção bacteriana, fúngica ou por vírus. A complicação é caracterizada por lesões em formato de bolinhas avermelhadas que podem ter pontas brancas em torno dos folículos, muitas vezes apresentando coceira e dor.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Como a depilação pode causar a foliculite?

Segundo a Dra. Vanessa, “a depilação com cera e com lâmina costumam ser as que mais causam foliculite”. Isso porque, muitas vezes, esses procedimentos não respeitam a direção do crescimento do pelo - se ele nasce de cima para baixo, é importante fazer a raspagem no mesmo sentido. Desta forma, conseguimos evitar o acentuamento da curvatura do pelo e a piora da inflamação.

Cuidados após a depilação para evitar a foliculite

Para evitar o surgimento das bolinhas vermelhas, o ideal é sempre realizar a depilação com a pele limpa. Após o procedimento, a dermatologista também indica alguns cuidados: “Usar um produto hidratante sem álcool, parabenos ou fragrância e com princípios ativos calmantes”. Um bom exemplo de ativo é a água termal.

A depilação a laser é a melhor maneira de prevenir a foliculite?

A dermatologista afirma que sim. “O procedimento a laser a longo prazo é o mais indicado, pois diminui o crescimento do pelo, e evita a necessidade de outras práticas depilatórias constantes, que podem desencadear a foliculite”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.