Você já ouviu falar em foliculite? É uma inflamação que acontece nas áreas pilosas - ou seja, com pelo. O problema é caracterizado com o surgimento de várias bolinhas vermelhas em diversas regiões do corpo. Mas quais são as principais causas? Como podemos evitar e tratar as lesões? Para esclarecer essas e outras dúvidas, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Neiva, do Rio de Janeiro, que contou os cuidados que devemos ter com a foliculite. Veja só!

Como a foliculite ocorre na pele?

De acordo com a médica, “a foliculite ocorre quando o pelo nasce curvo ou quando mais de um pelo sai do folículo piloso. Ela também é mais comum em homens com barba densa, porém, pode acontecer em mulheres”, disse. Por outro lado, existem regiões mais suscetíveis ao problema, como virilha, e o método de depilação escolhido acaba influenciando no aumento da foliculite, podendo acentuar essa inflamação.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

É possível evitar a foliculite com simples cuidados diários

Segundo a Dra. Juliana é possível evitar o problema com alguns cuidados. O primeiro é fazer a retirada do pelo corretamente. “Precisamos realizar a depilação sempre respeitando a direção do crescimento do pelo, ou seja, se ele nasce de cima para baixo, é importante fazer a raspagem no mesmo sentido”, disse a dermatologista. Quando a lâmina é usada ao contrário, acentuamos a curvatura do pelo, causando, assim, a piora da inflamação.

Também é recomendável tomar outros cuidados antes do ritual depilatório: “Escolha um ambiente com maior vapor, de preferência no box com a temperatura da água quente, ou coloque uma toalha morna na região a ser depilada”, indicou. Essas técnicas deixam o pelo mais propício para a retirada. Outra medida é sempre hidratar a região com o uso de dermocosméticos hidratantes e calmantes, como a água termal, por exemplo.

Conheça as opções de tratamento para a foliculite

O tratamento vai depender do estágio em que a foliculite se encontra. “Existem casos que o uso tópico de antibióticos acaba sendo útil ou produtos com ácido salicílico podem ajudar. Dependendo da intensidade do problema, o médico indica uma medicação através de comprimidos”, concluiu.

Dermatologista:

Dra. Juliana Neiva / CRM: 663883

Dra. Juliana Neiva é médica Pós-graduada em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Possui título de Especialista em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sempre atualizada, frequenta os mais importantes congressos nacionais e internacionais. Fez inúmeros cursos e workshops em Dermatologia Clínica e Estética, ministrados pelos principais especialistas estrangeiros na área. Além disso, é colunista em rádios e autora do livro Guia Prático da Beleza por dentro e por fora.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.