Você já ouviu falar em foliculite? É uma inflamação que acontece nas áreas pilosas - ou seja, com pelo. O problema é caracterizado com o surgimento de várias bolinhas vermelhas em diversas regiões do corpo. Mas quais são as principais causas? Como podemos evitar e tratar as lesões? Para esclarecer essas e outras dúvidas, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Neiva, do Rio de Janeiro, que contou os cuidados que devemos ter com a foliculite. Veja só!

Como a foliculite ocorre na pele?

De acordo com a médica, “a foliculite ocorre quando o pelo nasce curvo ou quando mais de um pelo sai do folículo piloso. Ela também é mais comum em homens com barba densa, porém, pode acontecer em mulheres”, disse. Por outro lado, existem regiões mais suscetíveis ao problema, como virilha, e o método de depilação escolhido acaba influenciando no aumento da foliculite, podendo acentuar essa inflamação.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

É possível evitar a foliculite com simples cuidados diários

Segundo a Dra. Juliana é possível evitar o problema com alguns cuidados. O primeiro é fazer a retirada do pelo corretamente. “Precisamos realizar a depilação sempre respeitando a direção do crescimento do pelo, ou seja, se ele nasce de cima para baixo, é importante fazer a raspagem no mesmo sentido”, disse a dermatologista. Quando a lâmina é usada ao contrário, acentuamos a curvatura do pelo, causando, assim, a piora da inflamação.

Também é recomendável tomar outros cuidados antes do ritual depilatório: “Escolha um ambiente com maior vapor, de preferência no box com a temperatura da água quente, ou coloque uma toalha morna na região a ser depilada”, indicou. Essas técnicas deixam o pelo mais propício para a retirada. Outra medida é sempre hidratar a região com o uso de dermocosméticos hidratantes e calmantes, como a água termal, por exemplo.

Conheça as opções de tratamento para a foliculite

O tratamento vai depender do estágio em que a foliculite se encontra. “Existem casos que o uso tópico de antibióticos acaba sendo útil ou produtos com ácido salicílico podem ajudar. Dependendo da intensidade do problema, o médico indica uma medicação através de comprimidos”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.