As doenças de pele causam uma série de sintomas bastante incômodos - entre eles, podemos citar a formação de bolinhas vermelhas na pele, coceira e ardência. Assim é caracterizada a foliculite profunda - uma inflamação que acomete várias partes do corpo. Você já ouviu falar no problema? Para esclarecer melhor o que é, como essa complicação surge e a melhor maneira de tratar, o DermaClub convidou a dermatologista Tatiane Matos, de Salvador. Veja só!

O que é foliculite profunda? Qual é a diferença da superficial?

De acordo com a médica, a foliculite profunda é aquela que acomete a parte mais inferior dos folículos pilosos. “A diferença desse tipo para a superficial é que a superficial acomete a parte superior do folículo piloso, com aparecimento de pontos vermelhos e pequenos pontos de pus. Já na foliculite profunda pode haver formação de furúnculos, com mais dor e maiores chances de surgimento de cicatrizes”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Como esse tipo de foliculite surge na pele? Em quais partes do corpo costuma surgir?

A foliculite profunda pode surgir por uma série de motivos: “Em casos de atrito constante na pele, como o ato de se barbear, roupas apertadas e uso de curativos no mesmo local. Também ocorre em pessoas com a imunidade baixa ou que estão com a flora bacteriana da pele modificada e resistente a antibióticos”, disse a dermatologista.

Como prevenir a foliculite profunda?

Devemos aplicar alguns cuidados com a pele simples em nosso dia a dia: “Evitar roupas apertadas, hidratar a pele sempre, usar barbeadores novos para fazer depilação, respeitando o sentido do crescimento dos pelos, não usar antibióticos tópicos sem orientação médica e estar com a saúde bem controlada”, recomendou.

7 tratamentos para a foliculite profunda

1) Uso de antibióticos tópicos e orais;

2) Hidratantes e cremes calmantes para a pele;

3) Evitar atrito de roupas;

4) Uso de produtos com ácido retinóico na região da barba;

5) Procedimentos com LED para diminuir a inflamação

6) Máscaras calmantes feitas em consultório;

7) Depilação a laser para eliminar o pelo, diminuindo todo o processo inflamatório.

Dermatologista:

Drª. Tatiana Nogueira Matos // CRM: BA16601

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, formada pela Universidade Federal da Bahia , realizou residência em clínica médica no Hospital Santo Antônio/ Ba e dermatologia na Universidade de Santo Amaro/ São Paulo. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos nacionais e internacionais para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.