Que hidratar a pele é essencial, já é sabido. Todos os dias, depois do banho, deve-se repetir o ritual com um produto potente e adequado para cada região do corpo, com especial atenção a áreas como joelhos, calcanhares e cotovelos - que têm mais tendência ao ressecamento - e ainda ao rosto e pescoço, cuja pele é mais delicada. Mas você sabia que, além de aliviar a coceira, disfarçar o aspecto esbranquiçado e melhorar a textura, esse hábito também protege a pele dos agentes externos e evita a sensibilidade? Para entender mais sobre o assunto, o DermaClub conversou com o dermatologista Rubens Pontello, de Londrina, Paraná. Confira a matéria!

Afinal, o que é a barreira física de proteção da pele?

Segundo o Dr. Rubens, “a barreira física da pele é a primeira e mais imediata proteção do organismo contra agentes agressores do ambiente, presentes no ar, no solo e na água. Ela se dá pela integridade das camadas da pele, que consiste de três camadas principais: a epiderme, a derme e a hipoderme (camada subcutânea)”.

E como a hidratação pode reforçar essa barreira e prevenir a sensibilidade?

De acordo com o médico, um dos fatores essenciais para a saúde da pele é a sua hidratação. “Quando ressecada, a pele perde sua capacidade inata de defesa, favorecendo irritações e infecções”, explicou. Assim, podemos concluir que a sensibilidade é promovida pelo ressecamento. O Dr. Rubens ainda listou alguns hábitos que contribuem para o ressecamento: “o uso constante de sabões, detergentes, álcool gel e outras substâncias usadas inadequadamente para higiene atacam o manto de oleosidade natural da pele, produzindo desequilíbrio na barreira e levando ao ressecamento da pele”.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Saiba como hidratar corretamente a pele e confira alguns hábitos a evitar para prevenir o ressecamento

Para que a barreira da pele se mantenha sempre íntegra, o dermatologista enumerou alguns cuidados simples que devem ser adotados na sua rotina diária.

- Evite o banho demorado e super quente. Esse hábito pode ser altamente prejudicial, pois a água quente remove a oleosidade natural da pele, provocando ressecamento.
- Evite o uso de sabonetes muito perfumados ou com ação adstringente. O ideal é buscar um produto com pH que se adeque ao seu tipo de pele e que possua ação hidratante.
- Aplique o hidratante logo após banho, com a pele ainda úmida, de preferência nos primeiros 3 minutos após sair do chuveiro;
- Um mito é que a pele oleosa não precisa de hidratação. Pelo contrário, a pele oleosa necessita de um hidratante específico, pois quando irritada tende a ressecar e ainda assim se manter oleosa.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.