Naturalmente mais brilhosa e com poros dilatados, a pele oleosa precisa de mais atenção quando se trata da rotina de cuidados. Embora muita gente foque na limpeza para combater o excesso de sebo no rosto, é importante priorizar, também, a hidratação dessa área - apostando em um dermocosmético específico. Pensando nisso, e principalmente nas necessidades cutâneas da maioria das brasileiras, La Roche-Posay criou Effaclar Mat, um hidratante para o tratamento antioleosidade que possui efeito matificante, redutor de poros, além de servir como um primer. Conheça os benefícios e diferenciais deste produto!

Conheça o principal ativo de Effaclar Mat que controla a oleosidade

O maior desafio para quem tem a pele oleosa é controlar o excesso de sebo e, ao mesmo tempo, manter a pele viçosa - e o hidratante Effaclar Mat proporciona essas vantagens. O grande diferencial está no ativo Sebulyse®. Com atuação mais potente que a do zinco, este ativo age na origem da oleosidade para solucionar os dois grandes problemas desse tipo de pele: o excesso de brilho e o tamanho dos poros.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Os diferenciais do produto e seus benefícios para a pele oleosa

Effaclar Mat é um produto completo. Sua textura oil-free, e fórmula hipoalergênica e sem parabenos é enriquecida com água termal de La Roche-Posay, perlite e microesferas absorventes, que garantem um efeito antiumidade, matte e aveludado para o rosto. O resultado do seu uso: uma pele mais uniforme, menos oleosa, com poros menos visíveis e com brilho reduzido.

Saiba como usar corretamente Effaclar Mat

Para incluir o hidratante na sua rotina de cuidados, é simples: basta aplicar o Effaclar Mat de manhã ou à noite em todo o rosto, sobre a pele limpa, evitando contato com a área dos olhos.

Lembre-se: antes de inseri-lo na sua rotina de cuidados, procure um dermatologista para verificar se o produto é adequado às suas necessidade.

*Ficou com dúvidas? Procure o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agende uma consulta!