As altas temperatura indicam que as praias e piscinas estarão cheias neste verão! Porém, na hora vestir sua peça de beachwear, seja maiô ou biquíni, muitas mulheres ficam preocupadas com um problema comum: o escurecimento da virilha, que destoa da uniformidade do restante da pele. O incômodo acomete pessoas de idades diferentes e tem tudo a ver com a depilação da área. Saiba como prevenir e tratar as manchas na virilha com as dicas do DermaClub abaixo!

Por que o escurecimento na virilha acontece?

Assim como as axilas, a virilha tende a apresentar manchas devido à depilação. Seja com cremes depilatórios, lâminas, cera quente ou fria, a ação de remover os pelos é entendida pelo corpo como uma agressão e, para se recuperar, a pele pode ficar mais espessa, além de aumentar a produção de melanina. Além disso, outros fatores são apontados como causadores do escurecimento cutâneo, como exposição ao sol, alergias, irritações causadas por cosméticos e assaduras.

Mulheres morenas e negras têm maior propensão à manchas

Além de possuir maior quantidade de melanina comparada aos caucasianos (brancos), a proteína que dá cor à pele negra é do tipo eumelanina, que produz pigmentos amarronzados. “Por isso, qualquer processo inflamatório ou irritação pode promover seu escurecimento”, comentou a dermatologista Katleen Conceição, do Rio de Janeiro.

A depilação a laser pode minimizar o escurecimento da virilha

“As pessoas acabam usando a cera ou lâmina com frequência e não conseguem ver a região clarear, pois sempre há o estimulo da inflamação, já que continuamos a remover os pelos”, contou a dermatologista Daniela Pimentel, de São Paulo. De acordo com a médica, muitas vezes, só de fazer o procedimento e deixar os outros artifícios de lado, podemos ter respostas muito positivas. “Não adianta usar fórmulas clareadoras e continuar aguçando a hipercromia”, reforçou, dizendo que a depilação pode ser combinada com cremes clareadores e lasers iluminadores.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.