O surgimento de manchas na pele é um problema que atinge todas as idades. Entretanto, o acúmulo de danos, como a radiação solar, a poluição e o próprio envelhecimento, com o passar do tempo pode refletir nas marcas senis - aquelas manchinhas escuras no corpo que aparecem após os 40 anos. Mas onde elas costumam aparecer? É possível preveni-las? Como clarear essas manchas? Para esclarecer essas e outras questões o DermaClub conversou com a dermatologista Christiane Gonzaga, do Rio de Janeiro. Entenda!

Características e sintomas: o que são manchas senis?

De acordo com a médica, as manchas senis são caracterizadas pelo surgimento de marcas escuras (mais acastanhadas) nas mãos, braços, rosto e pescoço, normalmente após os 40 anos de idade. “Elas são causadas pela hiperpigmentação da pele, ou seja, quando a melanina, pigmento natural que confere a coloração mais escura, é produzida em excesso” apontou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Muito além da idade: entenda as causas das manchas senis

As manchas senis podem ter como causa o envelhecimento, questões hormonais e, principalmente, a exposição aos raios UV. “Inclusive, as manchas senis tendem a ser mais escuras naquelas pessoas que ficaram muito expostas ao sol durante a vida – sem a devida proteção do filtro solar”, esclareceu a dermatologista. Sendo assim, os danos acabam acometendo as áreas em maior evidência do corpo, como mãos, braços, colo e rosto.

Como podemos clarear essas manchas na pele?

O tratamento das manchas senis pode ser feito através do uso tópico de dermocosméticos e com a realização de alguns procedimentos dermatológicos. “Em casa, o tratamento pode contar com a aplicação de cremes clareadores à base de ácido retinóico ou glicólico, vitamina C, entre outros. Já no consultório, os peelings clareadores, diferentes tipos de lasers e microagulhamento são as terapias mais indicadas”, ressaltou. Todos esses cuidados uniformizam a coloração da pele por meio da renovação celular.

É importante frisar que o tratamento deve ser indicado sempre pelo dermatologista, assim como o melhor ativo para ser utilizado em casa.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.