Você já incluiu as máscaras faciais na sua rotina de beleza? Além de garantir um resultado eficaz e imediato, dependendo da formulação de ativos composta, o produto pode proporcionar diversos benefícios para a pele com tendência à acne - reduzindo as espinhas e clareando as marcas deixadas pelas lesões. Para descobrir as principais vantagens do dermocosmético neste caso, o DermaClub bateu um papo com a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. Confira!

Como a máscara facial ajuda a reduzir espinhas e marcas de acne?

A acne é uma inflamação causada pelo excesso de oleosidade produzido pelas glândulas sebáceas - tendo como principais fatores as alterações hormonais, o ciclo menstrual, questões climáticas, excesso de ingestão de açúcar e até mesmo estresse. Além disso, a formação de espinhas, dependendo do seu grau, pode causar manchas e cicatrizes na pele. Para quem deseja corrigir esses incômodos, a dermatologista indica o uso de máscaras faciais.

De acordo com a médica, “as máscaras faciais específicas para a pele oleosa têm o poder de acalmar, desobstruir os poros, absorver a oleosidade e até mesmo clarear as manchas de acne”. Porém, essas funções vão depender dos ingredientes compostos em sua fórmula.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Ativos que ajudam a controlar as espinhas e melhorar as marcas de acne

Quem tem pele com tendência à acne sabe que precisa apostar em cuidados extras para manter o rosto longe da oleosidade para evitar a formação de novas lesões de espinhas. Sendo assim, o ideal é apostar no uso de máscaras faciais com ativos seborreguladores, como as argilas brancas, que são responsáveis por controlar a produção de sebo, além de proporcionar um efeito matificante à pele.

Já para as regiões tomadas pelas marcas de acne, o mais indicado é usar uma máscara com efeito peeling, com ingredientes que garantem um aspecto mais uniforme ao rosto. É importante que o produto conte com ativos renovadores, como o AHA e rochas vulcânicas, que agem como um peeling químico e físico, respectivamente, para remover as células mortas e outras impurezas.

Gostou das dicas? Consulte seu dermatologista para incluir esse produto na sua rotina de cuidados com a pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.