Faz um tempo que você vem notando o seu cabelo no mesmo comprimento, parece até que ele não quer crescer. O que isso pode ser? De acordo com alguns dermatologistas, a falta de crescimento dos fios pode significar uma série de fatores - desde a alopecia até o estresse. O DermaClub esclarece todas as possíveis causas para você. Veja só!

1. Alopecia

Embora o nome não seja tão popular, a alopecia é um problema que atinge muitas pessoas. A doença é caracterizada pela redução dos cabelos através da queda ou diminuição do seu crescimento. O problema pode ser genético ou autoimune e se desenvolve no cabelo, causando falhas no couro cabeludo, ou em outras regiões do corpo.

A alopecia pode ser tratada com o uso de alguns dermocosméticos de uso tópico ou a partir de medicamentos orais. Se você desconfia que este problema está acontecendo no seu cabelo, consulte um dermatologista para controlar o quanto antes.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2. Dermatite seborreica

A caspa, dermatite seborreica, ou apenas seborreia é uma doença bastante comum no couro cabeludo. Ela ocorre devido ao excesso de oleosidade e um processo inflamatório que provoca coceira, irritação, com surgimento de casquinhas brancas ou amareladas. Além disso, o problema pode resultar na interrupção do crescimento dos fios.

O quanto antes diagnosticada, a dermatite seborreica pode ser tratada, por exemplo, com o uso de shampoo anticaspa.

3. Má alimentação

Você sabia que a alimentação também pode afetar o crescimento do seu cabelo? O consumo de alimentos gordurosos e com açúcar processado atrapalham no ciclo de evolução dos fios. Para não atrapalhar o seu projeto rapunzel, o ideal é adotar um cardápio balanceado e com ingredientes mais frescos e saudáveis, como peixe, beterraba, brócolis, vegetais e frutas cítricas, além do consumo adequado de água.

4. Estresse

O crescimento do cabelo também pode ser afetado devido a episódios constantes de estresse. Isso acontece devido a liberação de substâncias químicas que causam uma série de problemas ao corpo de dentro para fora, como a liberação de radicais livres, entre outros.

Neste caso, o ideal é adotar um tratamento multidisciplinar, que envolve um dermatologista e um psicólogo para amenizar a ansiedade e o estresse.

Mas será que o seu cabelo realmente parou de crescer?

Muitas vezes temos a impressão de que o cabelo parou de crescer, mas, a verdade, é que os fios podem estar arrebentando com facilidade, impedindo que alcancem um comprimento maior. Então se você tem o costume de fazer alisamentos, escovas, ir à praia ou à piscina com certa frequência, ou outros hábitos que provocam a quebra dos cabelos, pode ser o motivo da demora.

Gostou das dicas? Para tirar mais dúvidas sobre o assunto, confira o nosso guia de cabelos saudáveis.