Quem tem a pele oleosa sabe muito bem que ela é mais espessa, com poros dilatados e possui um brilho excessivo, principalmente na zona T (testa, nariz e queixo). Embora não pareça, ela também possui uma certa sensibilidade e, por ter tantas particularidades, precisa de cuidados especiais e uma rotina de skincare regrada. Para ter uma pele oleosa mais equilibrada, o DermaClub conversou com a dermatologista Gisele Sanches, que esclareceu todos os mitos e verdades sobre o assunto!

A pele oleosa não precisa de hidratação

Mito. Pele oleosa precisa, sim, de hidratação! Quem tem tendência à oleosidade não só pode como necessita desse cuidado para amenizar a produção de sebo. Entretanto, a Drª Gisele atenta quanto às características dos produtos: “É importante escolher opções livre de óleos, não comedogênicas e com toque seco”. O hidratante deve ser usado logo depois da higiene do rosto, depois de remover o excesso de oleosidade da pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quem tem pele oleosa não pode usar maquiagem, pois aumenta a oleosidade

Mito. Se a sua maquiagem tem aumentado a oleosidade, pode ser que você esteja usando os produtos errados. “Quem tem pele oleosa pode escolher maquiagens com opções de efeito mate que dão aspecto mais seco e agridem menos a pele”. Além disso, também é importante preparar muito bem a região antes de fazer a sua make e finalizá-la com um spray antioleosidade. Com essas dicas, conseguimos diminuir bastante a oleosidade e fazer seu look durar mais.

Existe uma relação entre a oleosidade do cabelo e a do rosto

Parcialmente verdade. “Embora algumas pessoas possam ter o cabelo e a pele oleosa, existem outras que possuem a pele seca e o cabelo oleoso. Normalmente, o padrão do couro cabeludo segue o do rosto, mas isso não é uma regra”, disse a especialista.

A pele oleosa precisa ser lavada e fazer esfoliação todos os dias

Mito e verdade. A pele oleosa precisa, sim, ser lavada e higienizada todos os dias para remover o excesso de oleosidade e outros resíduos como poluentes, restos de produtos e maquiagem. No entanto, a esfoliação não deve ser feita todos os dias. “O ritual serve para remover as células mortas e isso pode ser feito na rotina de pele oleosa, no máximo, duas vezes por semana”.

Quem tem pele oleosa não pode usar vitamina C, pois pode ficar com espinhas

Mito. A vitamina C, por definição, é uma substância oleosa, mas esse ativo dentro da formulação dos dermocosméticos pode ser adaptado para todos os tipos de pele, inclusive as oleosas. Tudo vai depender da textura do produto que será utilizado que, neste caso, deve ser em sérum.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.