O consumo excessivo de açúcar é conhecido, principalmente, por abrir portas para doenças graves, como a diabetes. No entanto, diminuir o consumo no seu dia a dia também ajuda a evitar outros efeitos negativos, como o processo chamado de glicação, capaz de acelerar o envelhecimento precoce da pele. Entenda como acontece e o que fazer para prevenir os danos ocasionados pelo açúcar!

Como ocorrem os efeitos da glicação na pele

A glicação é ocasionada por uma reação em que carboidratos, como a glicose, se ligam permanentemente a proteínas, como o próprio colágeno. Dessa forma, as proteínas sofrem modificações, e, consequentemente, têm sua função comprometida. “É uma ação tão danosa quanto a dos radicais livres, promovendo a formação de rugas e acarretando em perda de elasticidade e de tonicidade”, afirmou a dermatologista Juliana Neiva, do Rio de Janeiro.

3 dicas para evitar os danos do açúcar na pele

De acordo com dermatologistas, é necessário ter alguns cuidados no nosso dia a dia que cooperem para diminuir os efeitos que a glicação pode causar. Saiba quais são:

1) Usar dermocosméticos com ação antiglicante: produtos com substâncias antiglicantes e que sejam associados as ativos antioxidantes inibem as ações do açúcar que prejudicam o colágeno, protegendo essas fibras e trazendo a firmeza, elasticidade e sustentação para a pele;

2) Evitar alimentos de alto índice glicêmico: massas, doces e refrigerantes cooperam para a reação da glicação, pois possuem em sua composição uma grande quantidade de carboidratos que podem ser associados a proteínas;

3) Substitua os carboidratos simples: alimentos como pão francês, arroz branco e doces podem ser trocados por carboidratos integrais e o açúcar refinado pode ser substituído pelo mascavo ou mel. Esses produtos são mais naturais e têm substâncias antioxidantes e vitaminas que são interessantes para a beleza e saúde da pele.

Acrescente nessas dicas: beber dois litros de água por dia e evitar alimentos industrializados. Consulte um dermatologista e salve essa listinha para te ajudar a diminuir os danos da glicação e a viver de forma mais saudável!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.