Muito se ouve falar, mas pouca gente sabe, de fato, o que é o envelhecimento precoce. Em poucas palavras, é o desgaste acelerado da pele, que pode ocorrer ainda na juventude através das agressões externas - radiação solar e poluição - ou internas, como é o caso da genética. Embora envelhecer seja um processo natural do corpo, temos a opção de chegar à melhor idade com a pele mais forte e saudável, sem precisar passar por isso antes do tempo. O DermaClub convidou a dermatologista Tatiana Matos, de Salvador, para esclarecer melhor o assunto e como podemos prevenir os sinais do envelhecimento precoce. Confira!

O que é o envelhecimento precoce e quais fatores podem influenciar esse processo

De acordo com a médica, “o envelhecimento precoce da pele é a presença de rugas, flacidez e manchas em uma idade em que, normalmente, outras pessoas da mesma faixa etária não apresentam tais características na mesma intensidade”, esclareceu. O processo também pode variar para cada pessoa. Atualmente, segundo Dra. Tatiana, o tempo de envelhecer depende 20% da genética e 80% dos hábitos de vida.

Podemos dividir os nossos hábitos em dois: “Glicação - envelhecimento pelo consumo de carboidratos que vão se ligar ao colágeno, que ficam enrijecidos e perdem a sua função. - e radicais livres - ocorre por fatores como a exposição solar, poluição, consumo de álcool em excesso, insônia, estresse, má alimentação”, disse a dermatologista, ressaltando que a liberação dos radicais livres destroem as células da pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Fique atenta aos sinais que indicam que a sua pele está envelhecendo precocemente

Segundo a Dra. Tatiana, entre os primeiros sinais do envelhecimento, podemos observar: “Rugas finas na testa, ao redor de olhos e dos lábios. A pele também apresenta uma certa flacidez e ficamos com um aspecto cansado no rosto”, explicou. Além disso, o surgimento de manchas na pele se torna outro fator inevitável, devido ao acúmulo da exposição solar ao longo dos anos.

Como driblar os primeiros impactos do envelhecimento precoce?

De fato, não há nenhuma fórmula de juventude, mas a melhor maneira de evitar os sinais do envelhecimento precoce é com a prevenção. “Acima dos 25 anos, devemos iniciar os cuidados com a pele, usando filtro solar, antioxidante e antiglicantes”, indicou.

Além disso, é importante fazer uso de dermocosméticos com ativos rejuvenescedores, como o retinol e antioxidantes. “O retinol ajuda a retirar as células mortas para que outros ativos consigam penetrar melhor na pele. Sem falar que a substância estimula a formação de novo colágeno”. Os antioxidantes também são fundamentais para diminuir a formação de radicais livres - moléculas instáveis que danificam o corpo e a pele. “Neste caso, indicamos a vitamina E e C tópica, resveratrol e ácido ferúlico”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.