Você sabe o que são prebióticos nos cuidados com a pele do rosto? De acordo com a dermatologista Tatiane Curi de São Paulo, "são alimentos não digeríveis que estimulam de forma selecionada o crescimento e desenvolvimento de uma ou mais bactérias benéficas melhorando, desse modo, a saúde do paciente na região em que é administrado", afirmou. Mas onde essas substâncias entram na sua rotina de cuidados com a pele? O DermaClub, juntamente com a médica, esclareceu para você. Veja só!

Afinal, o que é um cuidado prebiótico para a pele?

Da mesma forma que os prebióticos servem como alimento para as bactérias boas, estimulando em seu crescimento e combate aos microrganismos ruins, eles também auxiliam na proteção e estímulo das defesas da pele, alimentando o seu microbioma (conjunto dessas bactérias) e assim ajudando na proteção imunológica e mantendo a integridade da barreira física cutânea.

A Dra. Tatiane explica um pouco mais dessa ação: "Podem apresentar em alguns casos ações benéficas superiores a antibióticos quando utilizados em algumas patologias. Basicamente estimulam exclusivamente o crescimento da flora (microorganismos) benéfica encontrada naturalmente na pele, diminuindo as bactérias que causam doenças. Influenciam também no metabolismo mineral e estimulam a absorção do cálcio, magnésio, zinco e outros minerais".

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Cuidados prebióticos são indicados para a pele sensível

A pele sensível possui sua barreira de proteção fragilizada. Esta característica, somada a alguns hábitos incorretos - como lavar a pele muitas vezes no dia, por exemplo - gera o desequilíbrio da flora bacteriana. "Para recuperar a saúde da pele, precisamos recompor essa barreira, estimular as defesas naturais, além da necessidade de hidratar, combater o estresse, reforçando as atividades contra inflamações e infecções", atentou.

Para ajudar, o uso de alguns dermocosméticos prebióticos é recomendado. "Atualmente, alguns cremes que contêm ativos prebióticos usados em peles sensibilizadas demonstraram um aumento importante das ceramidas nas camadas da pele, ampliando o poder de hidratação e consequentemente proteção na região", ressaltou.

Qual é a diferença entre cuidados prebióticos e probióticos?

Os probióticos são considerados microrganismos vivos que, em quantidades adequadas, dão benefícios à saúde do hospedeiro (pacientes). A médica explica: "São as próprias bactérias boas vivas, que fortalecem o sistema imunológico e melhoram a absorção de nutrientes. Ambos, tanto os prebióticos quanto os probióticos, reforçam as nossas defesas, estimulando nosso sistema imunológico", esclareceu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Dermatologista:

Drª. Tatiane Curi // CRM: 108107

Médica, Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Especializada em Cosmiatria pela Universidade de Santo Amaro, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associacao medica Brasileira. Também é sócia efetiva da sociedade Brasileira de Dermatologia e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatologia. Além disso, é medica do corpo clinico do Hospital Sírio Libanes - SP.