Você já ouviu falar em radicais livres? Grandes vilões da nossa pele, eles causam rugas, flacidez e outros sinais do envelhecimento cutâneo. São moléculas produzidas pelas próprias células do organismo,mas a sua produção pode ser aumentada e gerar o estresse oxidativo quando nos expomos aos agressores ambientais e mantemos maus hábitos de vida. Entretanto, é possível prevenir esse estresse oxidativo e prevenir os danos que ele pode causar na nossa pele com uma boa alimentação, consumo adequado de água diariamente, a aplicação do filtro solar e, principalmente, adotar um cuidado que deve te acompanhar sempre: um antioxidante eficaz. Quer entender mais sobre os radicais livres e como eliminá-los da pele? O DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, que explicou tudo sobre o assunto.

O que são radicais livres? Entenda por que eles são prejudiciais à pele

Os radicais livres são aquelas moléculas produzidas pelas células quando o corpo passa pela queima de oxigênio quando produz energia. De acordo com a médica, essas substâncias, quando produzidas em excesso, podem danificar as células saudáveis do organismo, até mesmo o DNA celular. “Quando produzidos naturalmente ao longo da vida, os radicais livres são, em sua grande maioria, neutralizados por enzimas protetoras. Porém, existem fontes externas a que nos expomos no dia a dia que podem contribuir para a formação em excesso dos radicais livres, promovendo danos irreparáveis”, atentou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Conheça os 6 principais fatores que aumentam a produção de radicais livres:

- Poluição ambiental;
- Radiação ultravioleta;
- Tabagismo;
- Consumo de álcool;
- Pesticidas;
- Estresse.

Como acontece o envelhecimento da pele causado pelos radicais livres?

O envelhecimento da pele, embora seja algo natural, ele pode ser acelerado pela produção em excesso dos radicais livres em um processo conhecido como estresse oxidativo. A médica explica como isso acontece: “As funções biológicas de proteínas, como o próprio colágeno, são alteradas, causando a degradação das suas fibras. Sem essas estruturas de sustentação, a pele começa a ficar flácida e com rugas”.

Como prevenir os radicais livres? Conheça o poder dos antioxidantes

Os radicais livres favorecem o envelhecimento precoce da pele e, segundo a Dra. Juliana, prevenir a formação em excesso dessas moléculas e também os seus danos é sempre o melhor caminho. Além de evitar maus hábitos de vida e adotar uma boa alimentação, o uso de antioxidantes diariamente antes de aplicar o filtro solar é um cuidado fundamental para neutralizar os danos que essas moléculas podem causar.

Os antioxidantes são agentes fundamentais no combate aos radicais livres e na prevenção dos danos que eles podem causar na pele, e a médica explica melhor: “Eles são substâncias que se ligam aos radicais livres para neutralizá-los e podem ser adquiridos através de uma alimentação balanceada - rica em vitaminas -, ou por meio do consumo de complexos antioxidantes em cápsulas ou dermocosméticos”, explicou.

Conheça os principais ativos antioxidantes:

Vitamina A: obtêm-se principalmente em alimentos como a cenoura e abóbora;
Vitamina C: encontrada em grande quantidade nas frutas cítricas e vegetais verde escuros;
Vitamina E: presente em grãos como arroz, milho, amêndoas, nozes, castanha e alguns vegetais;
Ácido Ferúlico: encontrado principalmente no farelo de arroz e de milho;
Phloretin: antioxidante potente que combina a proteção contra os radicais livres e ainda auxilia no clareamento da pele
Resveratrol: antioxidante potente que ajuda a pele a se recuperar das agressões sofridas durante o dia, fortalecendo-a.
Catequina: pode ser ingerida através do morango, uva e chá verde;
Flavonóide: encontrada especialmente nas uvas;
Isoflavona: existente principalmente na soja;
Licopeno: obtida através do tomate;
Selênio: encontrado na castanha do pará, carnes vermelhas e brancas;
Zinco: presente principalmente nas carnes vermelhas e brancas, leite, cereais integrais, feijões e nozes.

Como incluir antioxidantes em sua rotina de cuidados com a pele?

É super importante manter uma alimentação balanceada e rica em vitaminas e minerais com ação antioxidante. Quando ingeridos pela alimentação, eles são levados para todos os nossos órgão e ajudam a saúde de todo o nosso organismo, inclusive o cérebro, mas para garantir uma quantidade de antioxidantes adequadas na pele é preciso aplicar diretamente na pele, os séruns, cremes, loções ou águas. Eles são absorvidas e ficarão mais concentrados na pele, promovendo a neutralização dos radicais livres e combatendo os seus efeitos danosos na pele. “Sugerimos o uso regular de antioxidantes por via oral ou tópica. Dermocosméticos com alta concentração de vitamina C, E e resveratrol são ótimas opções na prevenção do envelhecimento cutâneo”, acrescentou.

Dica: aposte nas formulações em sérum que são melhor absorvidas pela pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

**Essa matéria foi atualizada no dia 23 de Julho de 2019 por Lívia D'Ambrosio