Causa do desconforto de muitas mulheres, as olheiras dão um aspecto de cansaço para o rosto. Por isso, a maioria acaba fazendo uso de corretivos para esconder esse probleminha desagradável. Mas, você sabia que existe diferença entre as olheiras? Dois dos tipos comuns são as azuis e as castanhas. Em conversa com a dermatologista de São Paulo, Flávia Addor, o DermaClub procurou entender como elas surgem e tirar as dúvidas para você. Confira!

Castanhas x Azuis: descubra qual a diferença entre esses tipos de olheiras

Engana-se quem acredita que só existe um tipo de olheira. Para encontrar uma solução, primeiro é preciso descobrir qual a coloração da sua. Entenda as diferenças, segundo a médica:

- Olheiras azuis: são mais comuns em pessoas mais claras e de pele fina, sendo identificadas dessa forma porque tem uma tonalidade mais arroxeada. Isso ocorre pelo fato de ser possível visualizar os vasos superficiais da pele, que tendem a se modificar com estímulos à microcirculação local, piorando com choro, pouco sono, cansaço e período pré-menstrual;

- Olheiras castanhas: a melanina é predominante e são mais comuns em pessoas de pele mais escura, podendo ocorrer nas mais claras também. E pioram com o bronzeamento e atrito, por exemplo, quando se coça muito os olhos.

Entenda por que as olheiras azuis e castanhas surgem no rosto

De acordo com a Dra. Flávia, existe uma predisposição genética, além da questão de que a pele mais fina e clara facilita a visualização dos vasos. “Outro fator é que, com o envelhecimento natural da pele, é normal as olheiras se acentuarem, pois a derme fica mais fina e perde-se o componente gorduroso que suporta esta área. Assim, os olhos ficam mais fundos, evidenciando as olheiras”, afirmou.

Saiba quais são os tratamentos existentes para diminuir as olheiras azuis e castanhas

Qualquer tipo de tratamento depende de uma avaliação cuidadosa com um médico. Mas para a dermatologista, o procedimento mais adequado pode variar desde cremes específicos até peelings e preenchimento. E, por ser uma área muito delicada e sensível, a indicação tem que partir de um especialista.

E como eu posso evitar que as olheiras apareçam? Veja os cuidados necessários!

Uma listinha do que fazer para evitar olheiras nunca é demais, certo? Para a Dra. Flávia, o cuidado começa com hábitos saudáveis de sono. “Além disso, a proteção solar é essencial. Você também pode hidratar o local com produtos específicos para essa área, que ajudam a melhorar o componente vascular, cooperando para o clareamento da região”, explicou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.