Olheiras são motivos de incômodo para muita gente. Além de possuir várias causas, existem também muitos tipos, como as mistas. Você já ouviu falar sobre elas? Sabe quais são os principais motivos, soluções e tratamentos para esse problema? A fim de esclarecer melhor o assunto, o DermaClub convidou a dermatologista, Tatiane Curi, de São Paulo. Confira!

Descubra as principais causas das olheiras mistas

De acordo com a médica, as olheiras mistas são aquelas que possuem mais de uma causa que, muitas vezes, estão associadas ao seu desenvolvimento. Elas podem se desenvolver por inúmeros fatores: “Causa genética ou hereditariedade; excesso de pigmentação na região ao redor dos olhos; bolsas de gordura ou flacidez; acúmulo de vasos nessa região; sulco lacrimal profundo; e atopias ou alergias”, esclareceu.

Existem também outros motivos que podem evidenciar ou agravar esse escurecimento pré-existente, como, por exemplo, períodos menstruais, noites mal dormidas, estresse, bebidas alcoólicas e até mesmo alimentos que retêm muito líquido.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

É possível prevenir o surgimento das olheiras mistas

Dependendo da causa da olheira, alguns fatores desencadeantes podem ser minimizados ou até mesmo evitados. Basta adotar bons hábitos, como: “Levar uma vida saudável, ter noites bem dormidas, tratar ou evitar possíveis fatores alérgenos são algumas das possibilidades de prevenção das olheiras mistas”, garantiu. O uso de compressas frias com soro fisiológico também ajuda a minimizar a dilatação dos vasos dessa região e a aparência arroxeada.

Afinal de contas, existe cura para esse tipo de olheira?

Para todos os tipos de olheiras, existe um controle e não necessariamente uma cura. “Atualmente, muitos tratamentos são eficazes para combatê-las, no entanto, na maioria das vezes, tratam a consequência do escurecimento e, raramente, a causa. Além disso, eles devem ser mantidos e, muitas vezes, repetidos regularmente, como lasers ou luz intensa pulsada, peelings químicos e preenchimento com ácido hialurônico”, explicou.

A importância do uso de dermocosméticos clareadores para o tratamento de olheiras

Desde que orientados por um dermatologista, o uso de dermocosméticos clareadores também auxilia no tratamento de alguns tipos de olheiras, ajudando evitar o acúmulo de pigmento na região. “O tratamento dessa área deve ser contínuo e, muitas vezes, esses produtos são fáceis de utilizar diariamente”, finalizou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.