Você já ouviu falar em olheiras profundas? Diferente dos outros tipos, elas ficam mais acentuadas no rosto e causam bastante incômodo para as mulheres que passam horas em frente ao espelho tentando disfarçar esses sinais abaixo dos olhos. Mas, afinal, por que eles surgem? Existe algum tratamento capaz de amenizar o problema? Para esclarecer essas e outras dúvidas, o DermaClub entrevistou a dermatologista Luciana Kalache, de Curitiba, que explicou as melhores formas de lidar com esse tipo de olheiras. Olha só!

O que são olheiras profundas e por que surgem?

De acordo com a médica, “as olheiras profundas são aquelas que possuem uma concavidade na região intraocular. Em geral, são de origem genética, mas podem agravar com o surgimento de alguns fatores, como o envelhecimento precoce, privação de sono, cansaço, além do emagrecimento acelerado”, esclareceu.

Esse problema também pode estar associado a outros tipos de olheiras: as pigmentares, com uma coloração mais acastanhada, ou as vasculares, que costumam ser azuladas. “Normalmente, as olheiras costumam ser mistas, mas, em alguns casos, o paciente pode ter um componente anatômico que proporciona um aspecto mais côncavo na área e, consequentemente, um olhar mais fundo e cansado”, afirmou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O melhor tratamento para olheiras profundas é através do preenchimento com ácido hialurônico e com o uso de dermocosméticos

Segundo a Dra. Luciana, o melhor tratamento para o caso é o preenchimento com ácido hialurônico. Porém, a médica ressalta: “É importante observar bem o problema, pois, muitas vezes, as pessoas acham que têm olheiras profundas, mas, na verdade, possuem bolsas”, explicou. Nestas situações, precisamos tomar muito cuidado, pois o ácido hialurônico acaba tendo um efeito reverso, acentuando-as ao invés de melhorá-las. Por outro lado, se a pessoa tiver realmente a concavidade abaixo dos olhos, sem o acúmulo de bolsas e gordura, o tratamento será eficaz.

Como na maioria das vezes as olheiras não possuem uma causa única, o uso de dermocosméticos podem ajudar de duas maneiras: “Na hidratação da pele e no clareamento, diminuindo as linha finas que vão acentuar o aspecto de cansaço”. Por isso, invista em produtos que ajudam a uniformizar a região, deixando o olhar mais luminoso e clareando os dois tipos de olheiras: azuis e acastanhadas. Aposte em ativos como o PhE-resorcinol, ácido ferúlico, niacinamida, cafeína e ginkgo.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.