Você já ouviu falar em olho de peixe? É uma verruga áspera, muitas vezes confundida com um calo, que aparece nos calcanhares ou na parte dianteira da sola dos pés. É um problema muito comum, que afeta mais de 2 milhões de brasileiros, de acordo com o Hospital Israelita A. Einstein, mas que pode causar bastante incômodo na região. Para conhecer os sintomas, tratamentos e saber como se prevenir dessa lesão, o DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que explicou as principais dúvidas sobre o assunto.

O que é olho de peixe?

De acordo com a médica, o olho de peixe é a designação popular para uma verruga vulgar, uma lesão benigna decorrente da contaminação de um vírus do grupo HPV, o papilomavírus humano, que pode entrar no corpo através de pequenos cortes ou rachaduras. Seu surgimento é mais comum na sola do pé, mas pode aparecer em qualquer parte do corpo.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais são as características e sintomas do olho de peixe?

- Bolinhas ou placas na pele, de pequeno a médio tamanho, na cor da pele ou amareladas;
- Sensibilidade ou dor ao caminhar ou ficar em pé, quando a lesão surge nas solas;
- Algumas lesões têm pontos escuros, por isso o nome popular olho de peixe.

Como podemos tratar uma lesão de olho de peixe?

Segundo a Drª Flávia, as verrugas podem desaparecer espontaneamente em alguns meses ou persistir por anos. De qualquer maneira, assim que perceber um olho de peixe na sua pele, o ideal é procurar um dermatologista para receber o tratamento necessário. “A terapia pode variar em função do tipo de verruga, localização e tamanho da lesão, e pode ser feita a partir de medicações tópicas, procedimentos como a crioterapia ou a eletrocoagulação”, indicou.

É possível prevenir o olho de peixe?

As vacinas contra o HPV, que são indicadas para prevenção da infecção genital, também são recomendadas no combate aos subtipos do vírus que causam as verrugas na pele. Essa medida, inclusive, ajuda no tratamento do olho de peixe, podendo ser indicada até mesmo para casos mais difíceis.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.