Os parabenos são conservantes utilizados para proteger as formulações dos produtos da proliferação de fungos, bactérias e prolongar sua vida útil. Muito presentes, ainda, na indústria cosmética, em itens para rosto, corpo e cabelo, essas substâncias são constantemente relacionadas ao desenvolvimento de algumas doenças, como câncer de mama.

Entenda por que devemos evitar produtos com parabenos

De acordo com a dermatologista Flávia Ravelli, de São Paulo, os parabenos podem desencadear alergias, irritações e sensibilidade cutânea devido à ação antibacteriana e antifúngica, que a substância possui. “O acúmulo de parabenos no organismo, segundo estudos, também pode gerar doenças como câncer de mama e de pele, melanoma e afetar a fertilidade”, explicou.

Como identificar a presença de parabenos nos produtos?

Na hora de comprar seus produtos de beleza, fique atenta às embalagens. Na parte em que está a especificação dos ingredientes, basta procurar as palavras “parabeno” ou “paraben”. Além disso, alguns prefixos podem acompanhar, como “propilparabeno”, “metilparabeno” e “etilparabeno”, por exemplo. No entanto, também é comum encontrar produtos já identificados como livres deste composto.

Veja outras substâncias que também são prejudiciais à saúde

Segundo a médica, como os parabenos são conservantes acessíveis, os produtos sem essas substâncias têm um custo maior e, ainda, não são maioria no mercado. “É bom lembrar que os parabenos não são os únicos que podem causar malefícios e toxicidade à saúde. Formol, ftalatos e benzofenona, por exemplo, também devem ser evitados”, disse.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.