Peeling (descamação, em inglês) é um procedimento que remove as camadas mais superficiais da pele, seja por meio de um produto químico, físico ou laser. Após o tratamento, a pele fica mais uniforme, bonita e controlada, já que é formado um novo tecido dérmico. Devido a sensibilidade causada por ele, os cuidados com a proteção solar e a hidratação devem ser intensificados durante o verão. O DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que explicou mais sobre o serviço e como cuidar depois de fazê-lo. Confira!

Dermatologista explica o que é o peeling

De acordo com a médica, o peeling é o processo de remoção da pele. “O procedimento promove a descamação e a renovação da derme. De acordo com a substância usada ele terá maior ou menor profundidade - superficial, médio ou profundo”, explicou, acrescentando que a reestruturação da pele estimula a produção de colágeno, deixando-a mais firme e viçosa.

Entenda quais são as indicações do tratamento para o verão

Segundo a especialista, as indicações de peeling vão variar de acordo com o problema apresentado no consultório. “Os mais comuns são manchas, acne e oleosidade, porém, o ajuste é sempre realizado caso a caso e diferencia os tipos de peeling necessários. O mais importante é a existência do diálogo entre dermatologista e paciente”, esclareceu.

Descubra se você precisa tomar algum cuidado especial para realizar o procedimento

Para a médica, alguns casos podem apresentar riscos, por isso deve-se ter atenção redobrada. “Alguns cuidados devem ser tomados quando estamos diante de indivíduos alérgicos, com pele mais escura, portadores de herpes, além de pacientes em tratamento com medicamentos - como a isotretinoína, usado em casos de acne severa”, disse, alertando que o ideal é sempre conversar com o especialista envolvido para verificar as condições do tratamento.

Saiba como cuidar da pele após a sessão de peeling

Segundo a dermatologista, os cuidados com a pele devem ser os mesmos nessa época do ano, porém, a proteção solar deve ser intensificada. “A hidratação e a aplicação do filtro são imprescindíveis. Além disso, o uso de antioxidantes e clareadores também podem estar indicados, mas a escolha fica sob a responsabilidade do médico que realizou o procedimento”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.