No verão, muitos querem pegar uma corzinha através do bronzeamento natural da pele. Mas, com o aumento da radiação solar e sem o uso correto do protetor, alguns problemas podem acabar surgindo, como o melasma, queimaduras e, claro, o descascamento. Será que a pele que está descascando pode formar manchas? Como tratar a área que está passando por este processo de renovação? O DermaClub indicou seis cuidados para quem exagerou no bronzeado.

Por que a pele descasca?

A pele descasca depois de sofrer uma queimadura, causada pelo UVB principalmente, e o seu organismo envia informações para que essas células morram e não se tornem cancerígenas. É o organismo se defendendo de uma agressão solar. Esse processo, somado ao calor que colabora para o ressecamento o corpo, faz com que as células morram e se “desprendam”, proporcionando, assim, a descamação.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O descascamento pode causar manchas na pele?

Pode sim se o paciente não praticar os devidos cuidados. Isso porque a pele descascada se torna sensível e quando continuamos expor a região ao sol, só agrava aquela sensação de ardência, atrapalha a cicatrização, podendo levar à formação de manchas. Sendo assim, devemos hidratar muito bem a pele e fazer o uso do filtro solar para prevenir esses problemas.

Hidratação, proteção solar: 5 cuidados com a pele quando está descascando

1) Hidratar muito bem a pele com cremes ou loções à base de aloe vera, vitamina c, vitamina E e ácido hialurônico;

2) Beber bastante água por dia para hidratar o corpo de dentro para fora;

3) Não se expor novamente ao sol fim de evitar manchas na pele e novas queimaduras;

4) Preferir tomar banhos frios ou mornos;

5) Aplicar protetor solar para proteger a pele da radiação e seus danos;

Quer saber mais sobre manchas causadas pelo sol? Acompanhe o vídeo abaixo: