Você está cansada de ficar com aquele aspecto brilhoso no rosto? A alta produção de sebo é, de fato, uma das características mais marcantes visualmente para quem tem pele oleosa. Embora seja um incômodo, existem algumas maneiras de controlá-la, e uma delas é com o uso de produtos à base de zinco - ativo que diminui a atividade das glândulas sebáceas. A fim de entender melhor sobre a substância, o DermaClub convidou a dermatologista Carolina Zaparoli, de São Paulo, que esclareceu 4 razões pelas quais as pessoas com tendência à oleosidade precisam usar dermocosméticos com esse mineral. Veja só!

Conheça o zinco, um grande amigo da pele saudável

Você já ouviu falar sobre o zinco? Extraído das formações rochosas, o mineral anda fazendo muito sucesso entre as beauty addicts, principalmente para as que têm tendência à oleosidade na pele. Ele está presente na formulação de vários dermocosméticos para tratamento da oleosidade e acne, como sprays que controlam a produção de brilho ao longo do dia.

De acordo com a Dra. Carolina, também podemos encontrar o zinco nas principais fontes alimentares: “Ostras, carnes vermelhas, oleaginosas e grãos integrais são alguns dos exemplos. Porém, devem ser ingeridos separadamente de alimentos com ferro e cobre, pois estes minerais diminuem a absorção do zinco”, atentou.

1) O zinco controla a produção excessiva de óleo

De acordo com a médica, “a substância diminui a produção de ácidos graxos livres, causados pelo excesso de oleosidade, fazendo com que o brilho da pele diminua”, esclareceu.

2) É um poderoso aliado para o tratamento da acne

Do mesmo modo que o zinco controla a oleosidade da pele, ele também se torna um forte aliado no tratamento da acne. O ativo é capaz de minimizar os processos inflamatórios das lesões de espinhas e pela inibição da enzima 5ª redutase, diminui a produção de sebo.

3) O mineral é capaz de neutralizar os radicais livres

“O zinco é capaz de neutralizar os radicais livres formados na pele, em resposta à radiação solar e outros agentes externos, além de atuar controlando a formação de melanina. Por isso, surge como uma ótima alternativa para melhorar o aspecto das manchas na pele, sem causar nenhum efeito colateral”, explicou.

4) Ajuda na aplicação e fixação da maquiagem

Já percebeu que o make costuma ter menos durabilidade na pele oleosa? Nesse sentido, os produtos à base de zinco colaboram para fixar a maquiagem por mais tempo na pele. Prefira as versões em spray, que, ainda, mantêm a pele sequinha ao longo do dia, sem a necessidade de remover a base, corretivo ou blush. “Por ser um mineral insolúvel em água, a substância tem a capacidade de absorver o excesso de umidade, permitindo a melhora na aplicação de maquiagem e da sua fixação”, completou.

Gostou de conhecer curiosidades sobre o zinco? Consulte um dermatologista e saiba como implementar esse mineral na sua rotina de cuidados.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.