O excesso de oleosidade no rosto é uma característica muito comum da pele oleosa e mista. Essa reação pode significar uma série de fatores, entre eles o uso de produtos muito cremosos e com forte potencial hidratante - contraindicados para este tipo de pele. Por outro lado, a alta produção de sebo nessa região também poderia significar a falta de hidratação? Para esclarecer essa dúvida, o DermaClub entrevistou a dermatologista Flávia Ravelli, de São Paulo. Veja só o que ela disse!

Por que o rosto fica oleoso? Entenda os motivos da oleosidade na pele

De acordo com a médica, a oleosidade ocorre devido ao trabalho excessivo das glândulas sebáceas, que liberam o sebo na superfície da pele. “Esse grande estímulo pode acontecer por conta de uma série de fatores: genéticos, tabagismo, poluição, alimentos, pele seca, alguns medicamentos e vitaminas, e excesso de hormônios”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A oleosidade pode aparecer por falta de hidratação da pele?

A Dra. Flávia afirma que a oleosidade pode acontecer por conta da falta de hidratação na pele, parte de uma reação para proteger a pele. “Se a região está ressecada, sensibilizada - como muitas vezes ocorre durante os tratamentos para acne, quando a pele tende a ficar muito danificada -, um mecanismo natural de compensação pode estimular a produção de sebo para balancear o filme hidrolipidico e auxiliar na formação da barreira de proteção da pele”, justificou.

5 formas eficazes de controlar a oleosidade do rosto:

1) Mudança de hábitos: é importante abrir mão de algumas atitudes e adotar hábitos de vida saudáveis! “Ingerir bastante água diariamente, largar o tabagismo, ter uma dieta rica em verduras e legumes e pobre em alimentos que aumentem o índice glicêmico”, ressaltou.

2) Limpeza da pele: lavar o rosto todos os dias com um sabonete adequado para pele oleosa. Fazer o ritual com movimentos circulares e enxaguar com água fria.

3) Dormir sem maquiagem: à noite, é importante remover adequadamente a maquiagem e outros resíduos acumulados na pele ao longo do dia, como poluição. Faça isso usando a solução micelar para facilitar a limpeza sem agredir o rosto.

4) Hidratar a pele: use hidratantes específicos para pele oleosa. Os produtos ajudam a controlar a quantidade e a qualidade do sebo que é produzido.

5) Usar spray anti-oleosidade: Se mesmo assim a pele continua oleosa, aposte em um spray anti-oleosidade à base de zinco. O ativo ajuda a controlar a produção de sebo e a manter o rosto seco e saudável ao longo do dia.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.